Voltar para os artigos

Cães sinalizam quando estão estressados

cães sinalizam estresse

As mazelas da vida moderna – estresse, irritação, ansiedade – também acometem nossos peludos, e cabe a nós, os donos, ficar de olho em mudanças de comportamento para ajudá-los o quanto antes. Um bichinho ‘paz e amor’ que passa a morder de uma hora para outra pode estar sentindo dor, por isso a primeira providência sempre é consultar o veterinário.

A linguagem corporal dos cães dá indícios de que há algo errado, mas sempre deve ser analisada dentro do contexto. Lamber os lábios sinaliza medo ou ansiedade, mas o bichão pode estar de olho em um suculento petisco ou até mesmo com náuseas.

Para reconhecer quando o cão está ansioso ou estressado, é importante se familiarizar com a forma como ele se comporta quando está ‘na boa’. Observe os olhos: devem demonstrar tranquilidade, permitindo a fácil visualização da cor. Ao interagir com as pessoas, suas orelhas podem se voltar ligeiramente em direção aos sons, e a boca deve estar relaxada, dando a impressão de que ele está sorrindo.

Atenção à postura

sinais-de-estresse-em-caes

É por meio da linguagem corporal que o animal demonstra estar confortável. Um cão relaxado deve distribuir seu peso uniformemente nas quatro patas.

Durante as brincadeiras pode até ter movimentos excessivamente exagerados e saltitantes, além de se valer de gestos sociais com seus amigos de quatro patas, batendo a pata no chão ou dando voltinhas rápidas para convidá-los para um pega-pega. Um brinquedo de cabo-de-guerra pode deixar o bicho mais relaxado para interagir com outros cães.

 

Reconheça a tensão

como-saber-se-o-cachorro-esta-estressado

Um cão estressado exibirá linguagem corporal diferente do que seus pares, seja no nível de atividade ou na postura: o animal fica estático ou torna-se hiperativo, encolhendo-se como se quisesse se esconder, levanta uma das patas dianteiras ou afasta seu corpo do que o está assustando.

Cães que se assustam ou estressam facilmente na rua precisam de coleiras seguras que o impeçam de fugir. A medalha de identificação é obrigatória.

 

 

Tá na cara

tanacara

Quando seu cão se sente ansioso, pode travar a boca com força ou puxar os lábios para trás, demonstrando que está preparado para rosnar e até morder. Os bigodes ficam eretos e a impressão é de que as bochechas estão mais pronunciadas. Ele pode arregalar os olhos e movê-los de um lado para o outro – o branco fica mais evidente – ou lançar um olhar direto e intimidador. Alguns animais desviam o olhar e se afastam das pessoas ou outros animais.

A coleira Gentle Leader pode ajudar cães que se estressam nos passeios na rua (e os que puxam demais),já que coloca pressão em lugares que fazem o animal relaxar instintivamente. É fundamental, porém, ajustá-la corretamente e ler todo o manual antes de usar.

Observe as orelhas

caoestressado

As orelhas também podem sinalizar ansiedade ou estresse. Quando o animal está alerta, mantém as orelhas eretas. Se ele reage ao estresse por submissão, pode movê-las para trás, quase encostando na cabeça (é mais difícil observar esses sinais em cães com orelhas longas ou flexíveis).

Se o peludo estiver com dor de ouvido e baixar as orelhas, o outro cachorro pode entender que ele está com medo, e não com dor.

Cão que ladra pode morder

001

Um peludo ansioso pode ladrar, choramingar, rosnar ou vocalizar como se estivesse pedindo socorro. Dependendo do cão e do contexto, esses sinais podem indicar medo ou agressão. As focinheiras podem ser importantes aliadas em situações que geram estresse no animal, desde a manipulação no veterinário ou no banho/tosa até visitas em casa ou passeios na rua.

Outros sinais de que o cão está estressado

004

Como os humanos, os cães podem experimentar sinais fisiológicos de estresse, como alterações respiratórias – o animal fica ofegante, apresenta respiração lenta ou superficial, baba, treme ou transpira excessivamente pelas patas. Seu comportamento geral também pode mudar. Ele pode bocejar, tentar se esconder, saltar e se assustar facilmente.

camisa calmante Thundershirt é uma grande aliada nessas situações. Em casos moderados de ansiedade e fobia de sons ela pode ajudar a eliminar totalmente os sintomas, sem o uso de medicamentos. Nos casos muito severos, pode ser um importante instrumento no programa de modificação de comportamento, usada em conjunto com outras terapias comportamentais, como suplementos alimentares.

 

 

Cláudia Pizzolatto e Regina Ramoska

 

Fonte: www.vetstreet.com

 

Leia também:

– Ansiedade de separação: ajude seu bicho
– Pelos brancos em cães podem sinalizar ansiedade
– Como acalmar um cachorro ansioso?

Deixe um comentário

Seja o Primeiro a Comentar!

Notify of

wpDiscuz