Voltar para os artigos

Como evitar brigas com um novo cachorro em casa

Como evitar brigas com um novo cachorro em casa

 

A arte de receber mais um membro na família – e sem brigas!

Muitas pessoas que já possuem um cãozinho resolvem ter outro para fazer companhia ao primeiro, ou simplesmente gostam tanto de cães que optam por aumentar a família. Se para alguns a tarefa de reunir cachorros é fácil, para outros pode significar uma tortura. Como fazer os peludos se darem bem e não haver brigas na casa? Se pararmos para pensar no assunto com cuidado, veremos que as variáveis são muitas e as chances de sucesso na introdução de um novo membro na matilha podem ficar comprometidas. É possível pensar em diversas combinações entre o cachorro que vai ser introduzido e o que já está na família e, em cada uma delas, existir uma particularidade (independente do temperamento do peludo atual e do futuro). Precisaríamos de um livro para detalhar todas as possibilidades, então vamos passar uma ideia geral da técnica para se introduzir um novo cão na família e, quando for oportuno, faremos comentários sobre casos específicos.

 

A técnica do passeio

Talvez a forma mais fácil e menos traumática para se apresentar um novo cão à sua matilha, seja levando todo mundo para dar um passeio. Um território neutro costuma fazer milagres nas relações caninas. Se você está adotando um peludo adulto, é só colocar todos os seus cachorros na guia e levá-los para dar uma volta. Logo no início do passeio, peça a alguém – que os seus bichos conheçam e gostem – para se aproximar com o novo membro da família também na guia e caminhem todos juntos, mantendo uma distância segura entre os cães. De início, não pare para “apresentá-los”, simplesmente coloque todo mundo para andar. Se você tem só um cachorro, coloque-o para andar ligeiramente na frente do novato. Já se você tiver uma pequena turma, coloque o que costuma ser o líder na frente e deixe o caçula no final do pelotão. Quando todo mundo já estiver um pouco cansado e aceitando a proximidade do novo cão, é hora de deixar que eles se cheirem.

Procure sempre ficar com os cachorros mais antigos e a outra pessoa com o novo cão. Um monte de carinhos e biscoitos ajudam a dar uma sensação de bem estar entre os peludos. Se você estiver apresentando um filhote a cachorros adultos, é provável que não haja brigas: dificilmente (mas não é garantido) um cão adulto ataca um filhote. E se todo mundo for filhote, aí é que não tem problema mesmo. Eles vão logo se animar e começar uma brincadeira!

 

A apresentação dentro de casa

Se o filhote a ser apresentado ainda for muito pequeno para ir à rua, apresente os seus cães em “território neutro”, por exemplo, na casa de um amigo. Devidamente apresentados, então é hora de voltar para casa. Faça os seus cães entrarem primeiro, solte-os da guia se você já estiver confiante e só depois entre e solte o novo membro. Se os seus cachorros derem certa “imprensada” no bebezão, não fique excessivamente preocupado. Isso é normal e eles não deverão machucar o novato, que deve se colocar em uma posição física e hierarquicamente inferior aos seus cães. Interfira apenas se os cachorros estiverem realmente machucando o novo peludo, ou se o novato resolver “encarar” o assédio. Neste caso, ponha todo mundo na guia novamente e só solte quando todos estiverem mais calmos. Uma cerca ou um portão para separar ajudam, mas ao mesmo tempo é importante permitir que eles se vejam e se cheirem. Cuidado para não separá-los por muito tempo (mais de uma semana),pois as chances de sucesso ao juntá-los diminuem.

Outra boa estratégia é primeiro deixar o filhote com o cão mais amoroso e paciente da matilha atual num local mais reservado e seguro. Assim, o cão mais novo forma um laço de amizade e companheirismo com um cão que já faz parte da matilha, facilitando a sua aceitação pelos outros membros. Nunca deixe o cãozinho a sós com os veteranos. Apesar de, em geral, o filhote ser bem aceito pelos cães adultos, há casos de ataques e as chances de lesões graves são altas.

 

 

Alguns cuidados especiais

Certifique-se que o filhote tenha o seu próprio pote de comida, água, paninho ou caminha para deitar e um cantinho para ficar quieto. Aproveite para garantir que o cachorro mais velho tenha um lugar especial para se manter afastado do novato, principalmente quando o cachorro que já estava na casa é adulto e você está recebendo um filhote, ou se o cachorro mais antigo é pequeno e o mais novo é de grande porte.

Reforce, a todo momento, que os que já moravam na casa têm privilégios que o caçula ainda não pode desfrutar. Fale, brinque e alimente primeiro o mais velho. Se o cão “das antigas” resolver tirar o brinquedo da boca do novato e ainda atormentá-lo um pouquinho, deixe. Quanto menos interferirmos nos “arranjos caninos”, melhor!

 

O que é melhor: mesmo sexo e mesma raça?

Cães do mesmo sexo (macho com macho, fêmea com fêmea) tendem a ter uma dificuldade muito maior para se adaptar do que quando os sexos são opostos. Além disso, se eles não brigarem enquanto um é mais velho e o outro é filhote, as chances de brigas aumentam quando se tem dois machos ou duas fêmeas adultas na mesma casa.

Se você está pensando em ter cachorros de sexo opostos, mas não quer ou não pode cruzá-los no futuro, castre-os o quanto antes. Acredite, não existe “separar” macho da fêmea quando ela está no cio. Até criadores experientes, com espaço mais do que suficiente, empregados treinados e canis reforçados, já passaram pela experiência de ter um cachorro escalando muros impossíveis, fêmeas passando por frestas inimagináveis e filhotes nascendo de encontros difíceis de terem acontecido! Se você mora em apartamento, não é aconselhável a vasectomia do macho (recurso em que o macho pode cruzar, mas não produz filhotes),pois a choradeira e os uivos durante o período de cio da cadela vão deixar você esgotado e os vizinhos furiosos.

Raças iguais tendem a se dar melhor entre si, mas não é uma regra absoluta. Terriers, de um modo em geral, não deveriam ser colocados com cachorros do mesmo sexo, como também não deveriam ter mais do que um companheiro/companheira. Tenha em mente que quanto mais cachorros a sua matilha tiver, mais difícil será manter a harmonia permanente, tornando a introdução de um novo membro cada vez mais delicada.

 

E se, apesar de todos os cuidados, acontecer a tão temida briga?

Às vezes dois peludos que sempre se deram bem passam a brigar quando adultos, ou depois que um deles teve algum problema e precisou ficar isolado por algum tempo. Nestes casos, é importante tomar as medidas corretivas o mais rápido possível, o que vai impactar bastante no resultado e na frequência de novos confrontos.

 

Para reduzir os efeitos negativos de uma briga:

* Mantenha cada cão com a sua coleira para ter onde segurá-lo, se necessário;

* Tente separar os briguentos direcionando sobre eles o jato de ar do Pet Corrector, principalmente se seus cães são grandes, quando dificilmente serão separados sem risco de você levar uma grande mordida ou de um cão machucar mais gravemente o outro;

* Quando os cães estiverem separados, leve um por vez, na guia, para passear (o mais dominante sempre vai primeiro). Isso ajuda a acalmar e costuma ser suficiente para os cães esquecerem as suas diferenças. Depois do passeio deixe os dois juntos, sob supervisão temporária, ou presos pelas coleiras e guias à uma distância segura, mas no mesmo ambiente. Uma variante interessante é os dois saírem para passear levados por condutores diferentes na guia e se encontrarem em ambiente neutro, onde poderão interagir à vontade;

* Procure não deixar os cães separados sem se verem por muito tempo. É melhor manter os dois juntos no mesmo ambiente, cada um no seu canto, do que deixar que os peludos “dominem” uma parte da casa e não permitam mais que o outro chegue perto.

Aqui você pode ver como escolher a melhor coleira para o seu cão!

 

A grande sacada, se você só tem um cachorro, mas vislumbra a possibilidade de um dia aumentar a família, é não perder tempo nem as oportunidades de socializar bem o seu peludo. Comece a socializar o seu filhote com outros cães o quanto antes, procure convidar sempre os cachorros dos seus amigos para visitarem a sua casa. Quanto mais acostumado a “receber” e brincar com amigos peludos o seu cachorro for, mais fácil será para ele aceitar companheiros permanentes na sua casa. Por falar nisso, que tal aproveitar e apresentar o seu filhote a gatos, hamsters, tartarugas, pássaros e outros bichos? Sabe como é, quem gosta de animais deve estar preparado para tudo!

 

Importante: São poucos os casos em que o cachorro que já está na casa não aceita o outro de jeito nenhum (seja o novato de outro sexo, seja filhote, seja manso, seja o que for), mas isso pode acontecer. Se você tem um cachorro com esse temperamento, peça a ajuda de um profissional experiente para fazer a avaliação correta dos seus bichos. Dependendo do caso, pode ser melhor desistir da ideia de ter outro cachorro. Não vale a pena viver o estresse diário das brigas, dos cortes, das visitas ao veterinário e a constante preocupação com a quase impossível tarefa de deixar os peludos afastados uns dos outros.

 

Claudia Pizzolatto

Este artigo tem seus direitos autorais protegidos por lei. É permitida a sua reprodução sem alterações desde que sejam colocados o nome da autora e o link para a webpage da BitCão.

 

Faça o download gratuito do e-book Como evitar brigas com um novo cachorro em casa e descubra as técnicas, dicas e dúvidas frequentes sobre introduzir um novo cachorro na família.

 

Leia também:
Pode brincar de cabo-de-guerra com o cachorro?
Pet Corrector: Educa o cachorro de forma instintiva

 



Deixe um comentário

1034 Comentários em "Como evitar brigas com um novo cachorro em casa"

Notify of

soraia said
1 dia 5 horas atrás

Por favor preciso de ajuda, tenho uma York de 5 anos bem temperamental e recentemente minha sobrinha veio morar conosco e trouxe as duas Schauzer, esta até perigoso pois brigam tanto a minha e a mais velha que chegou que tiram sangue nas brigas, o dia todo temos de vigiar de perto e temos que sair para trabalhar , não sei o que fazer.

BitCão BitCão
18 horas 44 segundos atrás

soraia, pelo que vc descreve o ideal é procurar ajuda de um treinador.

Karina
21 dias 14 horas atrás

Boa tarde! Eu ganhei um Akita macho de 8 meses, e ele está me estranhando o que devo fazer???

BitCão BitCão
20 dias 19 horas atrás

Olá, Karina, precisamos de mais detalhes para tentar ajudá-la. Veja o perfil da raça do seu amigão: https://www.bitcao.com.br/blog/racas-akita-inu/

Alice Carolina
1 mês 2 dias atrás
Olá! Tenho um SRD de pequeno porte de 6 meses chamado Bob. A três semanas adotei um outro SRD de grande porte de 3 meses, que provavelmente ficará bravo, pois é uma mistura de Pit Bull com Dogue Alemão, ele se chama Bruce. Ambos são filhotes, mas brincam de morder forte. O Bruce está ficando cada dia maior e mais robusto e as vezes machuca o menor. O Bob é mais mimado, fica dentro e mais perto da casa. Já o Bruce fica em um quintal bem grande, mas ele sempre dá um jeito de pular o murinho e ir… Read more »
BitCão BitCão
1 mês 1 dia atrás

Alice, é importante socializar bastante seu caçula. Pelo que vc nos conta eles se dão bem, e se a brincadeira for bruta demais vc deve intervir até baixar os ânimos. O maior problema de manter a dupla separada é que eles vão criar territórios, e com o tempo existe a possibilidade de um não tolerar a presença do outro em seus espaços, ou seja, há chances de brigas. Considere castrar a dupla, também, caso ainda não o tenha feito. Boa sorte.

Thais
1 mês 4 dias atrás
Olá, Tenho um SRD de 7 anos macho e castrado, pesa em torno de 20 kg e minha sogra tbm tem uma SRD da mesma idade mas é bem pequena e não castrada, deve pesar uns 3 kg. O nosso objetivo é conseguir deixar os dois juntos no mesmo ambiente, pois facilitaria a nossa vida quando viajamos, pois poderíamos deixar um cachorro na casa do outro. Tentamos levar o meu cachorro na casa da minha sogra e o contrário tbm, mas os dois tentam se atacar, muito provavelmente por se sentirem invadidos nos seus territórios. Gostaria de alguma sugestão de… Read more »
BitCão BitCão
1 mês 2 dias atrás

Thaís, vocês já tentaram a técnica do passeio que sugerimos no post? O cão mais dominante segue na frente – por exemplo o seu, com vc conduzindo – e o outro alguns passos atrás (com sua sogra, por exemplo). Se não houver melhora no relacionamento da dupla, busque ajuda profissional. O fato do seu garotão ser de poucos amigos já sinaliza que eles não podem ficar juntos sem supervisão, ok?

Boa tarde.
Tenho uma Cocker 13 anos, um srd do mesmo porte 8 anos, um pintcher 2 anos todos castrados.
Adorei uma Colie border não castrada mais ou menos 5 anos, muito dócil, meiga que foi aceita pelos outros principalmente o pintcher.
As outras duas toleram mas começaram a rosnar para a Colie. Aí ela começou a avançar nas duas. Elas estão com medo. A Colie ao escutar um ruído forte, tipo liquidificador, fica em alerta olha para a srd e tenta avançar. Já pegou algumas vezes.
O que me orienta?

BitCão BitCão
1 mês 4 dias atrás

Clovis, uma possibilidade é fazer a dessensibilização. Coloque a Border na guia e ligue o liquidificador, aspirador, o que for…
deixe as cockers por perto e distraia a border. Quando ela ficar de boa, por poucos segundos que seja, dê biscoitinhos, brinquedos, carinhos, o que ela gostar.
É um processo demorado, mas costuma ter bom resultado. A outra alternativa é buscar ajuda profissional. Boa sorte

Ivanildo
1 mês 6 dias atrás

Boa tarde
Tenho um yorkeshire de 3 anos e ganhei um shitzu de um ano, os dois são amigáveis, problema é que o shitzu quer ficar subindo nas costas do yorkshire o tempo todo. Isso causa brigas e não são raras, mosque eu faço? Obrigado

BitCão BitCão
1 mês 4 dias atrás

Ivanildo, provavelmente é uma disputa de dominância, já que o mais novo está saindo da adolescência e indo para a vida adulta. Eles são castrados?

Thiago Oliveira
1 mês 11 dias atrás

Tenho um basset de 8 anos e resolvo adotar uma fêmea De 3 meses, ele está louco, não deixa ninguém chegar perto e até me avançou… o q eu faço?

BitCão BitCão
1 mês 10 dias atrás

Oi Thiago! Não sabemos há quanto tempo a dupla está convivendo, mas cada cão precisa de um tempo para se adaptar (semanas ou meses). Ele está avançando em vc ou no filhote? Descreva melhor a situação, por favor 🙂

Deyvis
1 mês 16 dias atrás
Boa Tarde, estamos com problemas. Temos uma Shitzu de 5 anos que sempre foi muito mimada por nos, agora compramos uma filhote de spitz Alemão, ambas são femeas. A Shitzu não aceita de jeito nenhum a aproximação da outra, se a spitz esta num canto da casa a Shitzu fica em outro, se colocamos a spitz em cima do sofá por exemplo a Shitzu desce. Por parte da Spitz filhote não tem problemas ela que procura e abana o rabinho para brincar com a Shitzu, sempre fica correndo atras dela pra “fazer amizade” mas a maior não quer nada, rosna,… Read more »
BitCão BitCão
1 mês 15 dias atrás

Deyvis, 7 dias é pouco tempo para elas se adaptarem. Siga nossas dicas do post – dê todos os privilégios para a mais velha e separe a dupla na hora de alimentá-las. Quando for sair, mantenha-as as separadas por meio de um portãozinho de grade, por exemplo, para que se vejam e se cheirem. Se necessário, mantenha a Shi-Tzu na guia quando estiver com as duas no mesmo ambiente (vendo TV, por exemplo),e recompense a mais velha se ela se mantiver calma. Paciência e tempo são essenciais.

1 mês 21 dias atrás
Tenho um lhasa apso de 1 ano ,a pouco tempo atras adotamos uma femea chowchow os dois se deram super bem brincavam muito,sò que ela fugiu e nunca mais achamos ela,foi quando resolvemos pegar outro pra que o meu nao ficasse doente, pois ja havia apresentado sinais de que estava muito triste e conseguimos um filhote de 9 meses da mesma raça e machinho tbm,sò que a aceitação do novo irmãozinho ta sendo uma tarefa difícil,o meu não briga e somente se isola e fica olhando de longe tudo que o outro faz isso faz-se 3 dias e a reação… Read more »
BitCão BitCão
1 mês 17 dias atrás

três dias é pouco tempo para eles se adaptarem, tenha paciência e valorize muito as interações positivas, como eles se cheirarem. Logo estarão se entendendo e brincando. Lembre-se de castrar a dupla para evitar brigas mais para frente.

Edla
1 mês 23 dias atrás
Boa tarde, tenho uma poodle de 4 anos e acabo de mudar para casa de meu noivo que possui três boxes (uma com 8 e duas com 3 anos de idade) nenhuma das quatro é castrada. O primeiro contato entre elas foi em local neutro através de um passeio, a poodle chegou muito estressada, pois mudamos (eu e ela) de cidade. Desde que cheguei estamos tentando adapta-las há 4 dias, no entanto a poodle é muito ciumenta e sempre avança não permitindo nem ser cheirada pelas demais. Elas estão sendo mantidas em locais separados, mas conseguem se ver e se… Read more »
BitCão BitCão
1 mês 22 dias atrás

Edla, cada cachorro precisa de um tempo para se adaptar, alguns são rápidos, outros demoram mais. Vc já usou a técnica da caminhada que sugerimos no post? Tente por umas duas semanas, e se não der certo, melhor buscar ajuda profissional. Pense em castrar a turminha para não ter problemas com brigas. Boa sorte

Rodrigo Neves
1 mês 23 dias atrás

Boa noite, tenho 2 poodles um macho de 13 anos castrado e uma fêmea de 11 anos, agora tenho uma filhote de 70 dias Pastor Australiano (Fêmea). O macho ta até tranquilo mas a poodle fêmea não está aceitando a pastora, tem muito ciúmes, late uiva e até ameaça avançar na filhote. Essa filhote chegou na minha casa a 5 dias, o que devo fazer ?

BitCão BitCão
1 mês 22 dias atrás

Rodrigo, 5 dias é pouco tempo para tudo se ajeitar. Siga nossas dicas do post, dando todos os privilégios para a poodle e valorizando os momentos em que eles estiverem mais tranquilos, mesmo que tenha que manter a poodle na guia, ao seu lado. Mas tenha paciência que tudo deve se ajeitar.

José Venancio
2 meses 14 dias atrás

Olá, boa noite!!
Tenho dois border collie, uma com dois anos, castrada, super dócil e recentemente adquiri um filhote, macho 3 meses, castrado, também muito dócil. O fato é que a mais velha não está aceitando o menor, em minha”presença ela não faz nada, apenas o ignora, mas quando eu não estou presente ela “toca o terror” no pequenino, não sei como fazer para que os dois interajam. Estou muito triste com a mais velha, nesse primeiro mês, pois ela sempre foi da paz e nem deu uma chance ao amiguinho!!
Será que ela pode rejeitar ele?

BitCão BitCão
2 meses 12 dias atrás

José, o tempo de adaptação varia em cada caso. Em geral adultos não avançam em filhotes, e sim os corrigem quando estão muito “acesos” ou torrando a paciência. É isso que ocorre? Ou vc vê sinais de agressividade? No primeiro caso, deixe os dois se entenderem, sempre com supervisão, até mantendo a mais velha na guia, se necessário. No segundo, o ideal é pedir ajuda a um especialista em comportamento canino.

Lily
2 meses 18 dias atrás

Oi, tenho uma yorkshire de oito meses, e recentemente comprei uma dálmata, de dois meses. No primeiro dia, eu e minha mãe seguramos as duas longe para se olharem, minhas york ficou enciumada e latiu para ela, e a dálmata também. A minha york deixou ela de lado e permitiu que ela latisse, porém a dálmata agora late e rosna pra ela, e pula com as duas patas pra cima dela, e as vezes não é de brincadeira, o que posso fazer? Quando elas estão no cercado, elas não brigam, só quando estão fora que isso ocorre.

BitCão BitCão
2 meses 15 dias atrás

Lily, vc não nos conta há quanto tempo a dálmata chegou, mas é preciso tempo e paciência para a dupla se enturmar. Como ambas são filhotes, a adaptação deverá ser mais fácil – deixe a dupla se entender, sempre com supervisão. A York deve ter privilégios que a novata terá de conquistar, e sempre deve receber carinho e atenção primeiro, entre outras coisas (como sugerido no post). Considere castrar as meninas para não ter problemas de brigas mais pra frente.

Anna
2 meses 22 dias atrás
Boa Tarde. Tenho um SRD de três anos em casa, ele é um cão muito ativo e amado por todos da família. Contudo, há duas semanas adotei uma fêmea de sete meses, também SRD, do dobro do tamanho dele. Meu primeiro cachorro ama ficar em meu quarto deitado em minha cama, porém, a nova cachorra não deixa mais ele entrar lá. Além disso, tenho percebido que ele se isola da família, não dorme mais na minha cama e não quer receber carinhos nossos. Estou preocupada, pois segui todas as dicas nesse post dadas mas, mesmo assim, meu primeiro filho está… Read more »
BitCão BitCão
2 meses 20 dias atrás
Anna, duas semanas não é, nem de perto, tempo suficiente para os dois cães se adaptarem à nova realidade. É muito importante reforçar a parceria deles na rua (mesmo morando em casa, a rua é super importante, pois é um território neutro). Vai parecer angustiante e realmente é, mas vc deve continuar com as dicas que damos no post por mais um tempo. Uma coisa que costuma resolver bem esses problemas da novata intrometida – hehehehe – é ensinar os comandos Senta e Espera. toda vez que quiser comer, carinho, brinquedos… Senta / Espera. Quando ela quiser ficar no quarto… Read more »
Fernando Biral
2 meses 26 dias atrás
Boa tarde, parabéns pelo artigo, muito bom! Tenho um Dogo Argentino, 4 anos, +/- 40kg, é meu cachorro mas sempre ficou na casa de meus pais, sendo que eu o vejo quase todos os dias e o mesmo me respeita bastante. Nesta casa de meus pais, tem uma cadelinha docil, vira lata, que já estava na casa mesmo antes do Dogo chegar, porém de 1 ano pra cá, já aconteceu 4 vezes do Dogo, por causa de ciumes ou perto da hora de comer, de atacar a cadelinha, totalmente inofensiva, e chega a machuca-la, agora que vem a questão…rs…estamos mudando… Read more »
BitCão BitCão
2 meses 22 dias atrás

Fernando, o melhor conselho é chamar um adestrador com vasta experiência em comportamento, pois o risco de disputa e ferimentos existe. O Dogo está no auge de sua maturidade e força física e é relativamente comum que cães machos comecem a reforçar seus privilégios.

Andréia
2 meses 28 dias atrás

Tenho uma vira lata de 2 anos. E meu namorado um pinscher 0 de 6 anos. Decidimos morar juntos, mas não está sendo fácil, as duas são fêmea, a pinscher não deixa nos dois nem chegar perto da vira lata que já vem brava pra morder a vira-lata.
No começo a minha só abaixava o rabo e ficava quieta, mas agora ela está avançando tbm.
O que poderia ser feito?

BitCão BitCão
2 meses 27 dias atrás

Andreia, não temos como avaliar precisamente sem conhecer a dupla, mas a primeira pergunta é se elas são castradas, o que já ajudaria. Vcs foram morar em um novoi ambiente ou na casa de um dos dois? Pois aí a cadela já teria seu território definido… Tente a técnica das caminhadas que sugerimos no post, mantendo sempre a mais dominante (ao que parece a pinscher) à frente, por umas duas semanas. Se não funcionar, o melhor seria buscar ajuda profissional.

Vanessa Belotto
2 meses 30 dias atrás
Adotei uma Akita a mais ou menos 1 mes, ela tem 6 meses, e tenho uma rotweiller de 2 anos, a Akita não quer brincar e não aceita a rotweiller, avança nela diariamente latindo para que a rotweiller se afaste, principalmente quando a rotweiller chega perto do prato de comida da novata. A rotweiller é muito mansa, logo que à viu foi uma alegria só, doida pra brincar e fazer amizades, mas a novata e jovem não aceita ela, o que eu poderia fazer pra que a Akita filhote aceite a adulta? A rotweiller é mansa mesmo, e a Akita… Read more »
BitCão BitCão
2 meses 29 dias atrás

Vanessa, tente a técnica da caminhada que a gente explica no post e separe as duas na hora da comida – até bons amigos podem entrar numa disputa nessa situação.

3 meses 2 dias atrás

óóótimoooo artigo. Amei as dicas. você é um ótimo escritor. Obrigado, vou seguir suas dicas <3

Cristiano
3 meses 12 dias atrás
Boa noite, tenho uma femea vira lata de 11 meses que está comigo desde os 20 dias e agora adotei um macho de 4 meses, segundo a veterinária. Porém ela não está aceitando muito bem, ele ainda fica apenas dentro de casa pq a veterinária pediu para não deixa-los juntos pq ainda vamos dar as vacinas. Ela no primeiro dia parecia querer brincar com ele mas ele tinha medo, mas agora ela fica rosnando e ameaçando ele. Ela entra em casa durante o dia, mas passa a noite fora, ele ainda está dentro de casa até tomar a vacina. Ele… Read more »
BitCão BitCão
3 meses 11 dias atrás

Cristiano, cada cão tem um tempo para se adaptar às novidades – siga nossas dicas de aproximação, como dar todos os privilégios à mais velha para que não veja o caçula como um concorrente, e sim um companheiro. Dê tempo ao tempo que a tendência é que tudo se ajeite.

3 meses 15 dias atrás
Boa noite! Há pouco mais de uma semana encontrei na rua um filhote SRD machinho e o trouxe para casa, eu já tenho uma lhasa apso de 8 anos que não está aceitando a presença do filhote, quando saio ela fica em cima do sofá e desce apenas quando chego em casa, moro em um apartamento pequeno que dificulta separa-los em ambientes… O filhote a chama para brincar e ela fica uma fera, rosna e mostra seu simpático sorriso, é assim o tempo todo, seja no meu colo, no chão, na hora que tiro para brincar com os dois. Não… Read more »
BitCão BitCão
3 meses 14 dias atrás

Cassia, cada cão tem um tempo para se adaptar – alguns simplesmente não aceitam outro. Siga nossas dicas de privilegiar a cadelinha que já está em casa e reforce muito os momentos em que os dois estiverem juntos e tranquilos. Boa sorte.

Igor
3 meses 18 dias atrás

meus dois vira latas se odeiam. um tenho desde filhote (é mimado) e sem querer peguei um alpha da rua e o primeiro nao aceitou. eles vivem separados ha 1 ano. tem correção?

BitCão BitCão
3 meses 5 dias atrás

Igor, melhor recorrer à ajuda profissional, já que eles estão separados há muito tempo e já criaram seus próprios territórios.

Geovane carvalho
3 meses 20 dias atrás
Boa noite, eu tenho uma pinscher de 14 anos, e uma shih tzu de 1 ano e 3 messes, as duas fêmeas, elas convivem juntos desde que a shih tzu era filhote e ate hoje nunca se estranharam, mas eu tenho também um rottweiler macho de 1 ano e 8 messes, os três nunca tiveram contato mas já se viram, vou me mudar e os 3 vão ter que ficar na mesma casa, gostaria de saber se corre o perigo do rottweiler atacar elas.? observação: o rottweiler ficava antigamente com um pinscher macho e eles não se estranhavam, mas isso… Read more »
BitCão BitCão
3 meses 19 dias atrás

Geovane, só podemos opinar superficialmente por não conhecermos o animal, mas o risco é bem grande, pelo histórico que você relata – um cão como o Rott mata um cão pequeno com uma bocada.

Pati
3 meses 24 dias atrás

Olá, tenho um York e uma SRD. Adotamos ela já idosa e castrada. Antes de ir para o abrigo, ela vivia com uma acumuladora de cachorros, e a minha pequena acabou tendo varias crias. Quando pegamos ela no abrigo ela dividia o local com mais outras cachorras. Mas desde que chegou em casa ela sempre quer morder o meu outro dog. o york ainda não foi castrado, não sei o que fazer.

BitCão BitCão
3 meses 23 dias atrás

Pati, não sabemos há quanto tempo eles estão convivendo (alguns animais demoram mais a se adaptar),mas aparentemente ela já sofreu muito e vai ter que aprender a confiar em outros cães. Vá aos poucos, capriche nos passeios e nas recompensas em interações positivas.

Gabrielle
3 meses 26 dias atrás
Boa tarde, gostaria de uma dica se possível! Tenho um shihtzu de uns 8 anos +-, um labrador e um SRD, e agora estou com um filhote de golden, no primeiro dia o shihztu ficou tentando namorar com o filhote o tempo todo, do 2º dia em diante o golden passou a revidar e eles estão brigando muitoooo, não parece que o golden está brincando com o shihztu e sim brigando mesmo, nenhum é castrado, porque o shihtzu é obeso e como a castração engorda eu optei por não fazê-la. Mas não sei o que fazer para impedir o golden… Read more »
BitCão BitCão
3 meses 25 dias atrás

Gabrielle, com tantos machos em casa o ideal é optar com a castração, sempre começando pelo menos dominante – converse com seu veterinário. O problema de mantê-los separados é que cada um vai criar seu próprio território e depois vai ser bem complicado juntá-los. Tente ao menos deixá-los separados apenas por um portão, de modo que eles se vejam. Recomendamos buscar ajuda de um adestrador.

Nicole Caroline
4 meses 2 horas atrás
oi, tenho duas fêmeas e dois machos da raça Lhasa Apso, um dos machos meus tem 8 anos(que é o pais de todos eles) o outro é filhote tem 3 anos e as duas fêmeas também, os machos as vezes se estranham mais nada sério e se resolvem(o mais velho late e rosna para o mais novo e se resolvem),agora as duas fêmeas quando filhotes eram super carinhosas uma com a outra agora de um tempo pra cá tem que ficar separadas pois brigam muito, ja chegou vez de chegar a brigar de se machucaram muito. Optamos por deixa-las… Read more »
BitCão BitCão
3 meses 30 dias atrás

Nicole, vc não informa se as cadelas são castradas, o que influencia (para melhor) no comportamento. Separar não é a solução ideal, já que cada uma vai determinar seu próprio território. Quanto aos passeios, observe qual delas é a mais “mandona” – pode ser a mais nova, e aí ela que teria que ir à frente. A melhor solução, até pelo tamanho da matilha, é pedir ajuda profissional. Boa sorte.

claudia
4 meses 5 horas atrás

Tenho uma cachorrinha yorkshire com sptiz alemao(srd) muito pequena e encontrei uma cachorra de grande porte na rua , gostaria de ficar com ela mas tenho medo da grande machucar ou matar a pequena. As duas sao territorialistas. As duas são castradas. Ela ficou 10 dias na minha casa e a pequena ficou escondida o tempo todo com medo. Acho que seria impossivel uma convivencia visto que moro em apartamento….amo as duas mas nao posso por a pequena em risco….alguma sugestão?

BitCão BitCão
3 meses 30 dias atrás

Cláudia, vc não relata o comportamento da recém-chegada com a cadelinha que já estava na casa. Você pode tentar a técnica da caminhada que descrevemos no post e ir acompanhando a evolução com cuidado, pq. realmente a maior pode machucar muito a pequena. Melhor mesmo seria recorrer à ajuda profissional.

4 meses 10 dias atrás

Sou PROTETORA,,k posso fazer pra k cada x k ponho cães resgatados eles não briguem,,,um novo e k está brigando,prendi na corrente ,mas não gosto de prisões,,,me ajudem não sei k fazer

BitCão BitCão
4 meses 10 dias atrás

Lucia, com muitos cães é mais complicado o manejo, não é? O ideal seria usar a técnica da caminhada, mas se não for possível a solução será deixar os mais briguentos separados por um portãozinho, de modo que se vejam, mas não arrumem confusão. Boa sorte!

Armando
4 meses 11 dias atrás

Socorri uma cachorra vira lata de um atropelamento.Está sendo muito bem cuidada na clinica veterinaria mas infelizmente perdeu a perda traseira direita. A recuperação vai ser lenta.Tenho outros 3 cães em casa e pouco espaço.Alguém gostaria de adotar esse cão especial ?

Rita
4 meses 13 dias atrás

Olá, tudo bem? Resgatei uma cadelinha SRD da rua, ela é bem dócil com as pessoa, mas com o meu cachorro(macho) é super agressiva, persegue ele, não deixa ele chegar perto, tentar atacá-lo, os dois são SRD e tem o tamanho parecido, são pequenos.
Meu cachorro tem 5 anos, está comigo desde os 27 dias, não é castrado, adora outros cachorros, mas está super assustado e eu tbm, o que posso fazer para a cadelinha nova não perseguir e nem atacar mais ele?

BitCão BitCão
4 meses 13 dias atrás

Rita, não sabemos há quanto tempo os dois estão convivendo, cada cão tem um tempo de adaptação. Uma sugestão é usar a técnica das caminhadas que a gente sugere no post, outra é mantê-la na guia ao seu lado em momentos de relaxamento, vendo TV, por exemplo, e recompensá-la quando ela for amistosa com seu cão mais velho. Boa sorte

Letícia Sobrinho
4 meses 18 dias atrás
Olá, tenho um cachorro SRD que tem atualmente 6 meses e um tamanho médio, ele é muito brincalhão e muito agitado, não tem experiência de convívio com outros cães desde pequeno, e quando sai pra passear e vê outros cães, ele chora e fica com medo. Pensando nisso adotamos um chachau que é minúsculo, e as aproximações do mais velho com o mais novo é sempre morder o menor, ele até sai correndo pra tentar pegar ele, e eu sempre fico em dúvida se é brincadeira ou se ele tá atacando o pequeno. Gostaria de saber se essa reação agressiva… Read more »
BitCão BitCão
4 meses 17 dias atrás

Letícia, com 6 meses nos parece mais brincadeira da dupla – mantenha-os sob supervisão por conta da diferença atual de tamanho. Vá socializando seus cães com outros na rua, aos poucos e sempre recompensando quando eles estiverem confortáveis.

Priscila
4 meses 22 dias atrás
Olá! Tenho um cão de quase dez anos, e um de dois anos. Em junho/2016, peguei o de dois anos (que na época, tinha dez meses). A fase de adaptação foi boa. Mas há cerca de um ou dois meses, o mais novo agride o mais velho. Sempre que agradamos o mais velho, o mais novo avança, eles brigam, e, ao separá-los (o mais velho, tem 25 kg. O mais novo, 18 kg),saímos arranhados e mordidos… O mais novo entende que a sala é o território dele, e não deixa o mais velho chegar…Você tem alguma sugestão para eles… Read more »
BitCão BitCão
4 meses 21 dias atrás
Priscila, não temos como opinar precisamente sem conhecer os animais, mas o seu texto sinaliza que o mais jovem atingiu a maturidade sexual e há disputa pela liderança. A primeira pergunta é se ele é castrado – a castração pode ajudar muito, mas deve ser realizada sempre de baixo para cima, ou seja, do mais submisso para o mais dominante. Dê comida, fale, brinque, faça festa e qualquer outra coisa, sempre para o mais dominante primeiro. Não tenha pena de deixar o mais submisso em segundo plano. Para os cães isso é a lei natural das coisas e eles aceitam… Read more »
Maria Isabela
4 meses 25 dias atrás

Boa Tarde,meu shitzu cruzou com uma fêmea shitzu e ficamos com 1 filhote,porém o meu shitzu nunca viu os filhotes junto com a mãe,e buscamos ela (a filhotinha)tem uns 4 dias e o meu shitzu (pai dela no caso)fica fugindo dela o tempo todo e avançou nela quase a machucou,e rosna o tempo todo!Quando ele quase mordeu ela eu briguei com ele não sei se fiz o correto,poderia me ajudar por favor?

BitCão BitCão
4 meses 25 dias atrás

Olá, Maria Isabela. O correto é vc dar todos os privilégios para o cão que já está em casa, o “dono do pedaço”, como sugerimos no post. Cada animal precisa de um tempo para se adaptar e 4 dias é muito pouco. Mantenha a dupla supervisionada, providencie um local para o mais velho relaxar sem a pentelhação da novata e sempre faça muita festa quando ele for amistoso.

4 meses 26 dias atrás

Ola tenho uma pincher de 4 anos e ela nao é acostumada com outros animais e nem caes.
Eu queria mt mt comprar um filhote de chow chow femea mais dai fico com medo de ela (a pincher) nao se adaptar e ficar doente.
Como faço para ela se adaptar e tals me ajuda q eu quero muito muito outro filhote.

BitCão BitCão
4 meses 25 dias atrás

Allanis, no post damos as dicas para a adaptação dos animais, mas é bacana vc considerar que cães do mesmo sexo têm mais tendência a brigar e que um cachorro grande sempre pode fazer um grande estrago em um pequeno caso haja qualquer disputa. Leve tudo isso em conta antes de se decidir.

Nora
4 meses 30 dias atrás

Oi boa tarde, tenho 2 femias e 2 machos a idade deles 7 6 e dois de cinco, eles são castrados raça dachshund, mas tô louca pra adotar 2 filhote de 5 meses da raça poodle, mas to com medo de não dar certo o faço. Valeu

BitCão BitCão
4 meses 29 dias atrás

Nora, não temos como avaliar sem conhecer os animais e o temperamento deles, e toda adaptação precisa de supervisão – tente levar os filhotes sem compromisso definitivo para ver como os membros da matilha reagem, e siga nossas dicas de apresentação. Boa sorte!

Alysom
5 meses 2 dias atrás

Olá, eu acabei de adotar um vida lata filhote, mas já tenho um shitzu de 1 ano que é acostumado a dormir na cama comigo e minha esposa e fica sempre dentro de casa. Gostaria de saber se eu tenho que criar os dois no quintal ou posso continuar deixando esses mimos pro shitzu. E também ele está recusando a filhotinha mas não tem brigas ele só não se aproxima e sai de perto dela.

BitCão BitCão
5 meses 1 dia atrás

Alysom, deixe a dupla se entender naturalmente, nem sempre o cão mais velho “adota” o novato de cara. O Shih Tzu pode e deve ter algumas prioridades… ganhar carinho primeiro, receber a comida primeiro, poder subir na cama ou no sofá, mas não seria legal criá-los separados, um dentro e outro fora de casa. Aliás, essa separação tende a gerar conflitos sérios no futuro, pois cada cachorro se sentirá “dono” de um território, onde o outro pode não ser bem-vindo.

Geissy
5 meses 7 dias atrás
Bom dia! Tenho uma pinscher 2 de 6 anos E agora chegou um filhote de shih tzu de 2 meses, a mais velha nao aceita, hoje e i segundo dia apresentei a shit tzu a pinschet mostrei a bundinha dela pra mais velha cheirar depois o rosto. A mais velha arrepia e tem hora que parece que ela vai dar una mordida na mais nova. No segundo dia a mais nova saiu correndo atrás da mais velha e ela escondeu e eu peguei a mais nova com medo da velha brigar com ela. Quando peguei a mais nova a velha… Read more »
BitCão BitCão
5 meses 7 dias atrás

Geissy, dois dias é pouco tempo para elas se habituarem! Nem todos os cães ficam felizes de imediato com os recém-chegados. Siga nossas dicas de dar todos os privilégios para a mais velha, que deve ter inclusive um lugar só dela para descansar, longe da novata elétrica. Quando as duas estiverem juntas com sua supervisão, estimule brincadeiras e recompense a mais velha quando ela mostrar interesse. Lembre-se, sempre priorize a mais velha!

Júlia de Souza soares
5 meses 9 dias atrás

Tenho uma vira latas que adotei há 10 anos e comprei recentemente um filhote Yorkshire macho. Ele tenta brincar com ela, mas ela se afasta e fica de longe olhando pra ele com as orelhas levantadas, qualquer lugar q ele vai ela fica cheirando e quando ela brincou com ele parecia querer atacar; ficou com as costas ouriçadas e orelha levantada.

BitCão BitCão
5 meses 8 dias atrás

Júlia, não sabemos há quanto tempo eles estão convivendo, mas cada animal tem seu prazo para se adaptar. Adultos raramente agridem filhotes, mas mostram a eles as regras de boa convivência. Pelo que vc descreve ela está aceitando a aproximação e crianças são “pentelhas” mesmo. Dê tempo ao tempo, sempre supervisionando a dupla até estar segura de que se dão bem.

5 meses 14 dias atrás

Tenho um macho Boxer há 13 anos, comprei quando o mesmo tinha 6 meses, e como ele está com uma idade avançada há 3 semanas comprei um São Bernardo filhote, que está com 3 meses agora. Mesmo ainda sendo da metade do tamanho do Boxer, o filhote fica mordendo o papo do Boxer veterano, machucando o mesmo. Mesmo sendo maior e mais forte, o Boxer acaba fugindo do filhote. O que posso fazer pra parar com essa atitude do filhote?

BitCão BitCão
5 meses 13 dias atrás

Ah, essas crianças! Luciano, quando vc estiver junto, corrija o pequeno (não tão pequeno, rs) ainda que para isso tenha que mantê-lo na guia. Deixe o boxer solto, o caçula na guia e quando ele quiser dar uma de vampiro, dê um não e faça com que ele se mantenha calmo ao seu lado (e aí, hora do petisco!). Até o meninão entender as regras da casa, quando vc não estiver presente, melhor será deixá-los separados por um portãozinho para que se vejam, mas para que seu boxer tenha tranquilidade.

Veronica Sandy
5 meses 15 dias atrás

Tenho uma vira lata de 1 ano e 1 mes, peguei um filhote de pit bull macho ela fica deitada debaixo da cama ela tenta fica longe dele mas ele gosta de brinca e ela fica triste nem brinca comigo e com o meu marido.
Estamos com medo dela fica doente.
Me ajudem 😢

BitCão BitCão
5 meses 14 dias atrás

Veronica, vc não diz há quanto tempo pegou o filhote, mas é preciso aguardar um pouco para eles se acostumarem – nem sempre a aceitação é imediata. Lembre-se de dar todos os privilégios para a vira-lata, carinho, brincadeiras, atenção, tudo primeiro para ela. Incentive os dois a brincarem juntos, dê petiscos e reforce sempre as interações. Boa sorte!

Carla
5 meses 21 dias atrás

Boa noite ! Gostaria muito de ter uma rotweiller. Elas se adaptam bem com outra fêmea da mesma raça ? Ou vcs aconselham pegar de outra raça com temperamento mais tranquilo ?

BitCão BitCão
5 meses 19 dias atrás

Carla, duas fêmeas têm grandes chances de se estranhar, e ainda que você escolha uma raça mais tranquila pode haver conflito. Se vc realmente quer ter duas fêmeas, castre-as e socialize-as bem cedo (e muuuito). Pesquise bastante e converse com criadores antes de ter um Rott – é uma raça que exige experiência e pulso firme.

aline g.
5 meses 24 dias atrás

Bom dia tenho um shitszu de 8 meses e acabei de pegar um Spitz Alemão de 2 meses. O Spitz é mto dócil, uma belezinha. O Shitszu parece que gostou do irmãozinho mais novo, ele deu empurrões, corridinha dele, mas, só que está tentando “acasalar” fica montando no pequeno a cada 15min o que devo fazer?

BitCão BitCão
5 meses 22 dias atrás

aline, provavelmente é apenas para mostrar quem manda. Deixe os dois se entenderem 🙂

Max
5 meses 25 dias atrás

Boa noite tenho um pit Bull macho ele tem seis meses e tenho uma pastor alemão de dois anos que se dane muito bem mas agora resgatei uma pit Bull fêmea e eles não aceita ela o que devo fazer pq eu amo todos e não gostaria de desfazer de nenhum como faço para eles se darem bem

BitCão BitCão
5 meses 22 dias atrás

max, faça a aproximação usando a técnica das caminhadas que sugerimos no post. Vc não nos informa se os cães são castrados, mas isso é bem importante, pois pode haver brigas qdo a fêmea entrar no cio.

Letícia Mendes Medeiros
5 meses 26 dias atrás
Boa noite, galera da Bitcão. Eu tenho um Lhasa Apso de 4 anos (macho) e ganhei há 9 meses uma fêmea de Golden. Eles sempre se deram bem, brincavam o dia inteiro até que chegou o primeiro cio da Elis (Golden) e ela começou a avançar no Tom (Lhasa) mas assim, avançar diretamente no pescoço e ele se machucou. Li em alguns lugares que ela deve ser castrada para evitar isto no próximo cio? Confere esta dica? Eu trouxe o Tom para a casa dos meus pais e ele está desde que iniciou o cio dela, há mais ou menos… Read more »
BitCão BitCão
5 meses 25 dias atrás

Letícia, faça a aproximação com as caminhadas quando acabar o cio, mas qdo vc for sair é bom deixá-los separados por um portãozinho, sem porta fechada. É importante supervisionar nessas primeiras semanas da volta, pois a cadela ainda fica com cheiro de cio por muito mais tempo que o nosso nariz alcança. O ideal seria, sim, castrá-la para evitar esses estresses e crias indesejadas. Boa sorte 🙂

Leonardo
5 meses 28 dias atrás

Olá boa noite! Peço dicas para saber lidar! Temos uma border collie adulta ela tem 2 anos e agora dei de presente a minha esposa um filhote macho da mesma raça , a adulta fica brava e rusna e as vezes ataca o filhote o que faço?

BitCão BitCão
5 meses 27 dias atrás

Leonardo, adultos em geral não atacam filhotes, mas impõem limites – analise se nao é isso que está ocorrendo, e lembre-se de dar todos os privilégios para sua BC mais velha, valorizando muito os momentos em que ela ficar tranquila com o novato. Se necessário mantenha-a na guia enquanto vê TV, por exemplo, com o pequeno por perto.

Bianca
5 meses 28 dias atrás

Boa tarde, tenho um pitbull de 3 anos e hoje resgatei uma shitzu com aproximadamente 3 anos. farei a apresentação deles com o passeio conforme o sugerido, tem a possibilidade de não se darem bem? Outra questão é se é possível eles quererem cruzar 😮
O Pitbull é acostumodo a dormir fora de casa, ele pode sentir ciumes da shitzu dormir dentro de casa? como proceder neste caso?

BitCão BitCão
5 meses 27 dias atrás

Bianca, para evitar crias você terá que castrar um dos dois – falamos dos benefícios da castração aqui: https://www.bitcao.com.br/blog/?s=bolas
O melhor a fazer é apresentar a dupla e permitir que eles convivam, ainda que o Pit durma fora de casa. Lembre-se que ele deve ter mais privilégios que a recém-chegada e só os deixe juntos sem supervisão depois que tiver certeza absoluta que estão em harmonia. Boa sorte!

5 meses 29 dias atrás

Tenho uma Pinscher fêmea de 7 anos, comprei shitzu fêmea de 2 meses, faz uma semana, e as duas se estranham ficam latindo, e a menor enfrenta a Pinscher o que fazer?

BitCão BitCão
5 meses 28 dias atrás

Maria, uma semana ainda é pouco tempo para adaptação – cada cão reage de uma maneira. Tenha paciência e valorize muitos os momentos em que elas se mantiverem juntas e tranquilas, recompensando a dupla com petiscos e carinhos.

ivone
5 meses 30 dias atrás

Há 2 dias adotei uma fêmea sdr de 6 meses que já passou por 2 lares, ta vacinada mas bem mal cuidada, queria aproveitar e adotar mais uma fêmea de 1 ano e meio mas é um pouco maior, de uma protetora, será que vai dar briga por ser fèmea?

BitCão BitCão
5 meses 29 dias atrás

Ivone, nem sempre cães do mesmo sexo brigam, e a chance diminui se vc castrá-las. Siga as nossas dicas para apresentá-las! boa sorte e parabéns.

Telma costa
6 meses 8 dias atrás

Oi boa noite tenho uma pinter e agora arrumei uma vira lata no começo se davam bem depois minha sogra arrumou um macho e depois disso a vira lata só brinca com o macho e a vira lata esta dando de pegar a pinter e machucar o que eu faço por favor nao queria desfazer da vira lata

BitCão BitCão
6 meses 4 dias atrás

Telma, vc não conta a idade da turminha, mas se eles já têm acesso à rua, tente a técnica das caminhadas, mantendo a mais dominante ligeiramente à frente. Boa sorte!

Eduarda
6 meses 13 dias atrás

Olá , tenho um Macho Lhasa Apso de 2 anos de idade , resolvemos pegar uma fêmea da mesma raça filhote com apenas 2 meses , o macho é bem brincalhão e sociavel mas quando a fêmea se aproxima dele , ele foge ou simplesmente se esconde, tenho medo deles não conseguirem se dar bem

BitCão BitCão
6 meses 12 dias atrás

Eduarda, vc não diz quanto tempo os dois estão convivendo, mas a adaptação é diferente entre os animal. Conheço uma cachorrinha que demorou quase 3 meses para aceitar a recém-chegada, não dava a menor confiança pra novata. Espere mais um pouquinho e valorize muito cada passo que o mais velho der na socialização!

Matheus Henrique
6 meses 14 dias atrás
Olá, tenho uma pinscher fêmea de 5 anos e ela se sente dona de tudo e é muito ciumenta, acabei de pegar um Border Collie macho de 8 meses, como que eu faço pros dois se entenderem? toda vez que a pinscher vê ou escuta o Collie começa a latir e mostrar os dentes, o Collie nem esboça reação, como se a pinscher não existisse, nunca soltei os dois no mesmo lugar pelo medo da pinscher querer atacar e acabar se machucando, o que eu poderia fazer pra ter certeza que a pinscher pode aceitar o Collie ou o que… Read more »
BitCão BitCão
6 meses 11 dias atrás

Matheus, tente aproximá-los um pouco por dia mantendo a pinscher na guia e valorizando todas as reações positivas que ela tiver com petiscos ou brinquedos, caso ela goste. Outra sugestão é que convivam inicialmente separados por um portão, de forma que possam se ver.

wpDiscuz