Voltar para os artigos

É pelo que não acaba mais!

É pelo que não acaba mais!

Quando a gente entra no “mundo animal”, incluindo em nossa família os amados de quatro patas, sabe que algumas coisas jamais serão as mesmas. Aproveitar a promoção e embarcar de uma hora para outra para Paris ou manter as roupas, casa e carro sem nenhum, nenhunzinho pelo, por exemplo. Bem, talvez dê até para agitar uma Super Nanny ou um hotel a toque de caixa e conhecer a Cidade Luz, mas os pelos, ahhh, os pelos! Eles se multiplicam em progressão geométrica e têm a incrível habilidade de grudar em lugares inusitados, como no fundilho da calça preta de veludo. Se o seu cachorro é escuro, vá lá, mas os felizes proprietários de um Husky branco certamente andarão por aí meio “estampados”.

Mas, afinal, essa pelaiada solta por aí é normal? Será mesmo que não existe nenhuma solução mágica para resolver? A resposta é: não! Em princípio, nossos amigões de quatro patas perdem pelos como nós perdemos cabelos – é o ciclo natural. Isso normalmente acontece na primavera, quando eles ganham uma “roupagem” mais leve e curta para o verão. No outono, o ciclo é revertido para que os pelos se tornem mais grossos e protejam contra o frio. A queda de pelos acontece com mais frequência nos cães que possuem  pelagem dupla, como os Huskys, Akitas, Shelties.

A função do “casacão” dos nossos queridos é manter sua temperatura corporal ideal. Tosas radicais, principalmente quando o termômetro despenca, podem fazê-los sentir frio.

Mas a causa da queda de pelos pode, também, estar associada ao estresse, desequilíbrios hormonais e má alimentação. Pulgas, sarna, alergias também fazem verdadeiros estragos no pelo do seu amigão, e são facilmente perceptíveis porque o pelo fica falhado, não cai por igual. Fique atento: se a queda de pelos parece anormal, é hora de procurar ajuda do médico veterinário.

Algumas raças são menos propensas à queda de pelos, como o Maltês, Lhasa Apso, Schnauzer, Scottish Terrier, Poodles. Há quem prefira cães de pelo curto, e se é este o seu caso, não se iluda: muitos perdem tanto pelo quanto os que usam “casacões”, e se livrar deles (os pelos, claro, não o cachorro!) é bem mais difícil.

Os mesmos cuidados se aplicam aos gatos – escove-os diariamente para minimizar o “impacto pelal” na sua casa, mas também para evitar que seu bichano engula pelos demais quando se lambe. A muda nos felinos também ocorre duas vezes por ano, e ao contrário do que muitos imaginam, é menor em gatos com pelo longo, pois eles têm um ciclo de crescimento e renovação mais demorado que a dos animais de pelo curto. Quando o pelo alcança o tamanho determinado da raça, ele cai, crescendo outro em seu lugar.

As falhas nos pelos dos gatos também podem ser causadas por excesso de lambedura, ou por estresse, frustração, manipulação indesejada, por exemplo. Mas só o veterinário poderá identificar – e medicar.

Vejam nossas dicas para não sair por aí mais peludo que os seus próprios animais:

Escove seu amigão diariamente – os pelos que sairão na escova, ou pelo menos uma boa parte deles, são aqueles que grudarão na sua roupa, no tapete… Uma boa ideia é fazer isso ao ar livre.

– Aspire o piso e limpe os móveis com frequência.

– O único jeito de não ter pelos na cama é não dormir com os seus animais, e mais, mantê-los do lado de fora do quarto, desde de que numa caminha bem gostosa. Se você, como nós, não abre mão do aconchego do peludo à noite, considere colocar uma colcha ou tecido mais leve sobre as cobertas. É bem mais fácil de lavar!

– Quanto menos tapetes, almofadas, sofás e cortinas você tiver em casa, menos pelos terá para eliminar.

– Pisos frios ou de madeira são mais fáceis de limpar do que carpetes – se você não tem aspirador, experimente o rodo, bem mais eficaz do que vassouras.

Enfim, pelos podem ser chatos quando não estão grudados no corpo do bicho, mas ter os bichos grudados na gente compensa!

 

Regina Ramoska

Deixe um comentário

5 Comentários em "É pelo que não acaba mais!"

Notify of

Sonia Oliveira
6 meses 11 dias atrás

Realmente, não há solução para a pelaiada. Mas compensa. O aconhego, carinho e lealdade do peludo paga, com muitos juros, o pequeno transtorno.

6 meses 11 dias atrás

O aconchego deles compensa tudo.

Ercilia
6 meses 12 dias atrás

A minha 4 patas pinsher solta pelo o ano inteiro. Vai fazer 1 ano. Depois disso melhora?

6 meses 6 dias atrás

ercília, todas as raças soltam pelo ao longo do ano, mas na primavera e outono a queda é mais acentuada. Vale conversar com o vet para avaliar se a ração é adequada ou se há algum outro fator influindo na queda de pelos, como estresse.

MARINA BENDINELLI
3 anos 5 meses atrás

muito bom. Obrigada

wpDiscuz