Voltar para os artigos

No apartamento sim, confinado não

No apartamento sim, confinado não

Este texto é para você, que pretende ter um cão ou gato para chamar de seu, mas vive adiando a decisão porque mora em apartamento. É possível, sim, conviver numa boa com os peludos em espaços bem menores do que uma mansão em Beverly Hills. : )

“Ah, mas a convenção de condomínio diz que não pode ter bicho aqui…”. Pode sim! Escrevemos sobre isso, vale conferir e bater o pé se for a sua vontade.

Agora que você já conhece os seus direitos, vem a segunda dúvida: cão ou gato? De que tamanho? Os felinos se adaptam perfeitamente a pequenos espaços, porém é essencial que o apartamento seja telado para evitar que ele caia ao tentar descobrir o que há do lado de lá da varanda ou da janela, e devidamente equipado com opções de “entretenimento” para ter com que se divertir enquanto você não está por perto. Prateleiras suspensas, arranhadores e brinquedos ajudam a dar conta da energia do bigodudo .

Mas, se você quer mesmo um cachorro em apartamento, tenha claro que é um bom desafio mantê-lo distraído, ocupado e exercitado para não detonar sua casa toda e nem infernizar a vida dos vizinhos quando você estiver fora.  Algumas raças são naturalmente mais adaptáveis e capazes de passar períodos mais longos sem interação com os seus donos. Outras são mais cheias de energia ou dependentes de companhia e precisam de atenção e esforços redobrados.

Mas é melhor um cão grande ou pequeno? Depende. Filhotes de uma mesma ninhada têm temperamentos completamente diferentes, mais calmos ou agitados. Um bom criador será capaz de identificar o perfil do seu futuro companheiro com mais facilidade.

 

As qualidades mais apreciadas nos peludos que viverão em um apartamento são:

  • baixo nível de ansiedade quando fica sozinho;
  • pouca tendência a latir desnecessariamente;
  • nível de independência maior;
  • nível de atividade diária menor ou, pelo menos, que possa ser satisfeita com períodos regulares de exercícios.

 

Nestes aspectos as raças mais adaptáveis são Maltês, Bichon Frisé, Pug, Buldogue Francês; Boston Terrier, West Terrier, Rottweiler (sim, o grandão costuma ficar quietinho o dia todo se for levado para passear umas três vezes por dia), Golden Retriever, entre outros.

Fuja de Beagle, Cocker Spaniel, Labrador, Pastor Alemão, Dachshund, Pinscher, Border Collie, entre outros. Veja bem, não é que estas raças não sejam maravilhosas, mas por terem características de temperamento que dependem muito da companhia e da interação com seus donos, costumam dar muito mais trabalho se forem confinados em um apartamento durante o dia todo.

Qualquer cachorro, de raça ou não, grande ou pequeno, precisa de passeios na rua. Além dos benefícios que trazem os exercícios físicos, eles sentem novos cheiros, conhecem outras pessoas e lugares e mantém a mente ativa. Deixar um peludo confinado em um apartamento, sem acesso à rua, vendo a vida passar pela janela, é no mínimo cruel. Se você não tem tempo, mas quer um bicho mesmo assim, considere a possibilidade de contratar alguém para passear com ele.

Cansá-lo bastante antes de você sair é uma ótima pedida, e para que o peludão tenha o que fazer enquanto está sozinho, deixe à disposição vários brinquedos, de preferência dentro de uma caixa ou cesta, para que ele saiba exatamente onde ficam os seus pertences e, portanto, quais são as coisas que ele pode carregar na boca e até mesmo picar um pouquinho. Teste todos os brinquedos ou produtos novos e certifique-se de que são adequados para o tamanho, força, e poder destruidor do seu cão. Procure ter uma seleção bem variada com texturas, formas, tamanhos, e que possibilitem movimentos diferentes.

Quanto mais brinquedos o seu peludo tiver, maior será a possibilidade de ele encontrar alguma coisa de que realmente goste. Ter uns dez brinquedos na cesta e mais uns cinco guardados para ir revezando é o ideal, e o cãozinho ainda vai achar que ganha um novo a cada semana. Mas guarde um ou dois prediletos para situações especiais. Ofereça-os ao peludo apenas quando você precisar que ele fique realmente entretido: quando você for passar mais tempo fora, quando vierem visitas, ou nos dias de chuva em que vocês não vão sair à rua, por exemplo.

Estimular os instintos do seu cachorro é outra boa ideia. Antes de sair de casa esconda alguns petiscos pela casa (ou na área em que seu cachorro costuma ficar restrito),e deixe que ele use o olfato para encontrá-los durante o dia. Não coloque pedaços muito grandes, nem os esconda em algum lugar de difícil acesso ou perigoso para o seu peludo. Se ele estiver de dieta ou for alérgico, use bolinhas de ração.

Lembre-se que nada substitui um bom passeio antes de você sair de casa e outro na volta. Se você não tem muito tempo para caminhar e seu peludo é do tipo cheio de energia, use a Mochila para Cachorro carregada com cerca de 10% do peso do seu cão para triplicar o efeito de um bom passeio em pouco tempo.

Por fim, mantenha sempre um porto seguro, aquele cantinho especial na casa para seu peludo deitar e descansar, o mais longe possível da área em que ele faz xixi e cocô. Ah! Não se esqueça de deixar água à vontade. Com estes cuidados, seu bichão será feliz até mesmo em espaços bem pequenos.

 

Claudia Pizzolatto e Regina Ramoska

Este artigo tem seus direitos autorais protegidos por lei. É permitida a sua reprodução sem alterações desde que sejam colocados o nome das autoras e o link para a webpage da BitCão.

 

Leia também:
Como conviver com cachorros em apartamentos
Dá para educar o filhote passando o dia fora?
É um cachorro ou um cão-tor?

 

 


 

Deixe um comentário

10 Comentários em "No apartamento sim, confinado não"

Notify of

Luana
1 ano 3 meses atrás

Olá,
Antes de me casar eu morava com meus pais e tinha um Shithzu (Simba) que ficava sozinho o dia todo, pq trabalhamos em comercio e ficamos o dia todo fora, comprei um apartamento e outro shithzu (Pingo) para fazer companhia ao Simba.
Mas nada adiantou, já estamos a 4 meses morando no apartamento e é só sairmos que eles começam a latir desesperadamente, não sei mais o que fazer… já contratei adestrador, já comprei inúmeros brinquedos e até a coleira anti latido, e nada resolve, o que eu devo fazer? existe alguma coisa?

BitCão BitCão
6 meses 4 horas atrás
Maria Cecilia Pereira
2 anos 4 meses atrás
Pessoal, adorei este site e vou comprar vários brinquedinhos para minha Schanauzer Brigitte. Estou muito triste e agoniada….a cachorrinha ficava com mamãe e empregada, mas perdi minha mãe e dispensei a cuidadora. Tenho que trabalhar e a deixo sozinha no apartamento,. Ando com ela de manhã antes de sair para o trabalho, pago uma pessoa do prédio para andar no horário do almoço e à noite saio novamente com ela. Vou comprar Kongs e outras diversões, mas não sei se estou pirando, mas acho que está muito triste. Eu também. Alguma dica? Comprar um segundo cachorro e deixar os dois… Read more »
Teresa Rivero
2 anos 5 meses atrás

Um SRD e uma otima opcao!Sao adaptaveis na maioria dos casos.Adote,nao compre!

José Antonio
2 anos 5 meses atrás
Acho que Schnauzers são indicados também. De preferência dois. Não soltam pelos, a não ser o que um arranca de si ou do outro. Tenho dois ótimos exemplares, totalmente diferentes um do outro. A Bela é uma almofada, era uma filhote super brincalhona, um dia atingiu uma determinada idade foi para o sofá (ou sua caminha) e nunca mais saiu de lá. Mas adora passear, só que cansa rápido. O Bravo, ao contrário, não para nunca, está sempre em movimento, cuida da casa, cuida da Bela, precisa muito passear, pular, correr, brincar, mesmo que seja brincar de obedecer, que acho… Read more »
Tina Cunha
2 anos 5 meses atrás

Tive uma Dachshund por 10 anos em apartamento, que era do meu marido e havia morado em casa. Ela amava passear, muito educada e se adaptou com extrema facilidade ao apartamento! Nunca destruiu nada!!!

Denise Oliveira
2 anos 5 meses atrás

Vocês nunca falam de vira-latas, só de cachorros de raça. É por falta de conhecimento? Não existem estudos sobre o comportamento de cães sem raça definida?

vanilda maria
2 anos 6 meses atrás

Nao é verdade q se deva fugir da raça Cocker Spaniel….tive uma e era super tranquila.Sao parecidos c a raça Shitzu q nem foi citada no texto.Tenho uma vivo em apartamento é tranguila adora companhia e uma otima cao de guarda.

wpDiscuz