Voltar para os artigos

Problemas de saúde mais comuns em cada raça

Problemas de saúde mais comuns em cada raça

Husky Siberiano: Distúrbios autoimunes

Os huskies siberianos parecem estar predispostos a uma variedade de doenças autoimunes, muitas das quais afetam a pele. Estas condições causam feridas e perda de pelo, muitas vezes na face. Uma condição imune afeta a pele e os olhos e pode levar a problemas oculares como glaucoma e catarata.

problemas de saúde buldogue

Buldogue: problemas respiratórios

Como todos os cães de focinho achatado, os buldogues podem sofrer de problemas respiratórios. As narinas pequenas, o palato mole alongado e a traqueia estreita são as razões pelas quais ele provavelmente ronca, e podem levar a uma emergência com risco de morte se ele ficar superaquecido ou exausto. É por isso que é importante manter os buldogues frescos no verão e nunca exagerar nos exercícios.

problemas de saúde pug

Pug: problemas oculares

Corrimento lacrimal persistente, secreção ocular mais intensa, piscar os olhos com frequência e dor são alguns dos sintomas do Entrópio, doença comum nos Pugs. Entrópio é a inversão de parte ou de toda margem palpebral, causando irritação da córnea por atrito devido ao contato dos cílios com a córnea, podendo resultar em perfuração ou úlcera de córnea e até perda da visão. O entrópio é corrigido por meio de cirurgia.

problemas de saúde pastor alemão

Pastor Alemão: displasia coxofemural

Muitas raças grandes são propensas à displasia coxofemural, que causa dor, artrite e dificuldades para caminhar. O cão não nasce com displasia, mas devido à influência de fatores ambientais (como piso escorregadio),excesso de peso ou de exercício, etc., e unida a um importante componente genético, origina-se um desequilíbrio entre a massa muscular e o desenvolvimento do esqueleto. Em muitos casos, a displasia pode ser corrigida por cirurgia, em outros há indicação de medicamentos para dor. Canis sérios não cruzam animais com displasia.

problemas de saúde labrador

Labrador Retriever: Obesidade

Assim como com as pessoas, a obesidade está ligada a problemas de saúde em cães. Os labradores já têm essa tendência e precisam de muitos exercícios e alimentação controlada para não ganhar quilos extras, que podem prejudicar – e muito – a qualidade de vida do peludão.

problemas de saúde beagle

Beagle: epilepsia

A epilepsia, distúrbio cerebral que causa convulsões, parece ser mais comum em beagles do que em outras raças de cães. Cães epilépticos geralmente terão sua primeira crise entre 6 meses e 3 anos de idade. Embora a epilepsia não possa ser curada, as convulsões frequentes (mais de uma vez por mês) geralmente podem ser tratadas com medicação anticonvulsivante.

problemas de saúde shih-tzu

Shih-Tzu: luxação patelar

Luxação patelar é comum em Shih-Tzus – a rótula ocasionalmente sai do lugar, fazendo o cão mancar ou dando a impressão que a pata “falha”. A rótula geralmente volta para a posição por conta própria, mas em casos graves, a cirurgia pode ser necessária para corrigir o problema e prevenir artrite.

problemas de saúde boxer

Boxer: Câncer

Boxers têm propensão a certos tipos de câncer, incluindo linfoma e mastocitomas. Linfoma é o câncer dos gânglios linfáticos e envolve glóbulos brancos, conhecidos como linfócitos. Os tumores de mastócitos são um tipo de câncer de pele que pode ter formas variadas e também envolvem órgãos internos. Em ambos os casos, o câncer é frequentemente sentido como um caroço ou protuberância incomum no corpo do seu cão. Esses dois tipos de câncer podem ser tratáveis, mas é importante identificá-los o quanto antes.

problemas de saúde dachshund

Dachshund: problemas de coluna

Por causa de seus corpos longos, os dachshunds correm maior risco de lesões nas costas e problemas de disco na coluna vertebral, e a melhor maneira de evitar esse tipo de problema é mantê-los no peso. Tente também limitar a subida e descida de escadas para não sobrecarregar as costas.

problemas de saúde doberman pinscher

Doberman Pinscher: problemas cardíacos

A cardiomiopatia dilatada (CMD) é um problema cardíaco grave – um ou ambos os ventrículos do coração dilatam e não bombeiam sangue com eficácia. Muitas vezes, os donos de cães com o CMD nem percebem que algo está errado até o bicho entrar em colapso. Como a CMD é comum nos Dobermans, muitos veterinários sugerem exames anuais. Medicamentos podem regular o ritmo cardíaco e melhorar a capacidade de bombeamento do coração, mas não há cura para a doença.

problemas de saúde cocker spaniel

Cocker Spaniel: infecções de ouvido

Cães como cocker spaniels, com orelhas peludas, são propensos a infecções frequentes nos ouvidos. A melhor prevenção é limpar as orelhas do seu cão a cada duas semanas e, ocasionalmente, virá-las para trás para deixá-las “respirar”. Também corte cuidadosamente qualquer pelo que cresça na parte de baixo das orelhas para ajudar a manter os canais do ouvido secos.

problemas de saúde Yorkshire Terrier

Yorkshire Terrier: derivação portossistêmica

Uma doença congênita nos Yorks é a derivação portossistêmica (PSS) – a veia porta transporta toxinas do intestino para o fígado, que limpa o sangue. Com o PSS, a veia contorna o fígado e as toxinas não são removidas. A doença pode comprometer o crescimento, causar vômitos, confusão e convulsões. Na maioria das vezes, a anomalia pode ser corrigida com cirurgia e o cão passa a ter uma vida normal e saudável.

problemas de saúde Golden Retriever

Golden Retriever: alergias de pele

Seu Golden se lambe com frequência? Ao contrário das pessoas, os cães geralmente não espirram quando são alérgicos a alguma coisa. Em vez disso, eles tendem a ter coceira na pele e, para aliviar os sintomas, se lambem ou se mordem, chegando até a se machucar. Manter o peludinho livre de pulgas e aumentar a ingestão de Ômega-3 à dieta podem ajudar.

problemas de saúde poodle

Poodle: glaucoma

Poodles são uma das poucas raças que têm maior propensão a essa doença ocular grave. O glaucoma é um acúmulo de líquido no olho, que causa pressão, dor e, eventualmente, cegueira. Quando identificada precocemente, pode ser tratada com medicamentos.

problemas de saúde rottweiler

Rottweiler: problemas nos ossos

Cães de porte grande como os Rottweiler têm tendência à problemas articulares, incluindo displasia da anca, displasia do cotovelo, artrite e osteocondrose dissecante (TOC). O TOC é uma condição que se desenvolve em filhotes grandes e de rápido crescimento nos quais a cartilagem em uma articulação não se forma adequadamente. Uma dieta balanceada pode ajudar a manter essa turminha saudável.

problemas de saúde schnauzer miniatura

Schnauzer Miniatura: Diabetes

O seu Schnauzer miniatura bebe água como se tivesse acabado de correr uma maratona? Esse é um dos sintomas da diabetes – a boa notícia é que a doença é controlável e o peludinho pode ter uma vida normal e saudável.

problemas de saúde chihuahua

Chihuahua: colapso de traqueia

Seu chihuahua faz um barulho estranho quando excitado? Tem tosse ou engasga nos passeios? Ele pode ter traqueia colapsada, ou seja, achatamento dos anéis cartilagíneos da traqueia ou redundância (falta de tensão) da membrana traqueal dorsal, ou combinação dos dois. Alguns cães passam a vida inteira com traqueia em colapso e não têm problemas com isso; outros requerem medicação. Em casos graves, a cirurgia pode ser necessária para sustentar a traqueia aberta.

problemas de saúde dogue alemão

Dogue alemão: torção gástrica

Raças gigantes como os Dogues têm maior risco de Síndrome da Dilatação-Torção/Gástrica, vulgarmente conhecida por torção de estômago. O estômago se torna anormalmente aumentado ou distendido devido a gás, alimentos, líquidos ou uma combinação de tudo isto e gira sobre seu eixo. Elevar os comedouros desses gigantes pode ajudar na prevenção, mas se você observar seu cão andando, ofegando e babando excessivamente logo após comer, leve-o ao veterinário imediatamente.

problemas de saúde pastor de shetland

Pastor de Shetland: olho do Collie

Shelties podem ser afetados pela “anomalia do olho de collie”, desordem genética caracterizada pelo desenvolvimento incompleto da coroide, a camada altamente vascularizada do olho que supre a retina de sangue e nutrientes. A doença provoca a diminuição da visão ao longo da vida, e em casos severos leva à cegueira completa causada pelo descolamento da retina.

problemas de saúde maltês

Maltês: Síndrome de Little White Shaker

Esta condição de nome engraçado é exatamente o que parece: tremores em cães pequenos que são brancos (embora cães com outras cores de pelagem também possam ter). É causada por inflamação no cerebelo, que causa tremores que podem ser tão graves que o cão mal consegue andar. Mas a boa notícia é que é tratável com corticosteróides, não é doloroso para o cão, e geralmente desaparece depois de algumas semanas.

problemas de saúde boston terrier

Boston Terrier: Olho de Cereja

Por causa de seus olhos protuberantes, os Boston Terriers são suscetíveis a vários problemas oculares, incluindo o “olho de cereja” – uma glândula que produz lágrima “sai” por trás da terceira pálpebra do cão. A anomalia, que pode ser reparada com cirurgia, tem esse nome porque a glândula é redonda e vermelha brilhante. Os Boston Terriers também podem sofrer com olho seco, catarata e entrópio (pálpebras com a face voltada para dentro).

problemas de saúde buldogue francês

Buldogue Francês: problemas respiratórios

Como seu primo inglês, o buldogue francês é suscetível a problemas respiratórios. Também conhecido como síndrome da via aérea braquicefálica, esse conjunto de problemas respiratórios é resultado do nariz achatado, do palato mole alongado e da traqueia estreita. O calor extremo ou o excesso de exercícios podem fazer com que um buldogue francês tenha dificuldades para respirar, por isso é melhor mantê-lo em ambientes frescos em dias quentes.

Fonte: Web MD


Deixe um comentário

2 Comentários em "Problemas de saúde mais comuns em cada raça"

Notify of

Adriana Camargo de Moraes
8 meses 4 dias atrás

Matéria muito interessante! Sabermos que existem raças com propensão congênita a determinadas doenças ou características de saúde é fundamental para que observemos nossos cães e possamos ter atitudes preventivas ou de socorro imediato que podem salvar a vida deles!
Parabéns e obrigada!

8 meses 3 dias atrás

abraços e obrigada, adriana

wpDiscuz