Voltar para os artigos

Temperaturas mais baixas pedem cuidados especiais

Mesmo sendo o Brasil um país tropical, dias frios chegam de repente e o inverno pode ser rigoroso nas regiões Sul e Sudeste. Já pensou como essa mudança no clima pode atingir o seu cachorro ou gato?

 

cat-pillow-dog-blanket

O ideal para o bichinho é passar os dias, e especialmente as noites mais frias, dentro de casa, em um lugar quentinho e bem abrigado – nada deixaria seu animal de estimação mais feliz! Existem pessoas, porém, que mantém seus cães do lado de fora, normalmente acorrentados perto de uma casinha de cachorro. Vamos deixar para outra oportunidade a conversa sobre o prejuízo que é criar um animal assim e pensar em como tornar a casinha do peludo mais aconchegante e confortável quando a temperatura cai.

– Mantenha a casinha de cachorro afastada do chão para evitar a umidade e a friagem do solo. Se ela já estiver construída, pense em colocar lá dentro uma cama suspensa.

– Certifique-se que a porta de entrada da casinha não está virada para o lado em que o vento sopra em dias de chuva e frio. Uma porta feita de plástico grosso pode ajudar bastante a manter o local seco e quente e não custa caro.

– O ideal é que a casinha seja grande o suficiente para o cão ficar em pé e se deitar confortavelmente, mas pequena o bastante para que consiga reter o calor gerado pelo próprio corpo.

– Se o peludo costuma roer e picar caminhas e cobertores, forre o chão da casinha com uma camada generosa de palha seca.

– Olhe todo final de tarde se a cama (ou a palha) está limpa e sequinha e nunca deixe o animal dormir molhado. Mesmo um cão peludo pode sofrer de hipotermia – quando a temperatura do corpo fica abaixo do normal – e outros problemas sérios se permanecer assim quando está muito frio.

 

cachorro de cobertor

 

Atenção com a comida e a água. Cães precisam de mais energia durante o inverno para o corpo gerar mais calor. Se o seu peludo passa muito tempo do lado de fora, invista em ração ou comida de qualidade superior. Cuidado, porém, para não aumentar muito a quantidade de alimento, evitando assim a obesidade. A água deve, como sempre, ser limpa e fresca, mas esteja atento: em regiões onde esfria muito, como no Sul, ela pode congelar depois de uma noite com temperaturas baixas – uma dica é não usar vasilhas de metal nesta época do ano. Não coloque o pote de água dentro da casinha de cachorro para não correr o risco dele entorná-lo e acabar encharcado.

puppy-dog-sleep-blanket

Evite banhos desnecessários, principalmente nos horários e dias mais frios. Se o “budum” não for demais, uma boa escovada e o banho seco podem quebrar um galho até que o tempo esquente. Quando não tiver mais jeito, capriche na secagem do pelo, já que a umidade pode causar a hipotermia, especialmente em filhotes e cães velhinhos. Ah, e espere pelo menos meia hora antes de sair com ele na rua para evitar o choque térmico – você certamente já aprendeu isso com a sua mãe. :- )

Se você costuma tosar o pelo do seu cão, peça para deixarem o pelo mais alto nesta temporada. Os cachorros de pelo curtinho vão se sentir mais aconchegados com uma roupinha quente e confortável.

Mesmo que o seu animal tenha o privilégio de curtir um lugar quentinho e seguro dentro de casa, existem outros que podem estar sofrendo na rua. Quer dar uma força? Leve pequenas porções de ração em saquinhos plásticos na mala do seu carro e ofereça para os bichos que encontrar no caminho. Paninhos e caixas de papelão também podem se transformar em abrigos para chuva e frio.

Lembre-se que é comum que gatos e outros animais pequenos procurem fontes de calor para se abrigar, inclusive o motor de automóveis. Você pode evitar a morte ou ferimentos graves simplesmente batendo no capô do carro, ou tocando a buzina algumas vezes antes de dar a partida.

Estas são medidas simples, mas que podem fazer toda a diferença na vida dos bichos.

 

#ficaadica

– Deixe o bicho dentro de casa nos dias e noites mais frios ou chuvosos;

– Se ele vive do lado de fora, proteja a casinha de cachorro do vento e invista em uma cama suspensa ou tablado;

– Preste atenção na direção do vento ou coloque plástico grosso na porta da casinha;

– Reforce a alimentação;

– Diminua a frequência dos banhos ou dê banho seco;

– Mantenha o pelo mais alto na tosa;

– Leve comida, panos e caixas de papelão para cães de rua.

Deixe um comentário

9 Comentários em "Temperaturas mais baixas pedem cuidados especiais"

Notify of

Henrique
3 anos 7 meses atrás

Mesmo aqui em Brasília, temos noites bem frias… os nossos salsichas adoram se enterrar nos cobertores, e ficam bem preguiçosos nessa época do ano. E adoram ficar de roupinhas 🙂

Sílvio Alex Alves
3 anos 7 meses atrás
Olá! Meu trabalho não permite que eu passe muito tempo em casa com meus cachorros, mas recentemente comprei um filhotinho de pastor belga tervueren para guarda da casa e também para fazer companhia da minha filha de 1 ano de idade. Por ser um cão que vai se tornar grande e que tem a função de ser guarda, ele vive fora de casa, mas solto num quintal grande. Também tem uma área coberta pra ele onde fica a casinha dele, mas onde moro faz muito frio, então comprei caminhas para deixar a casinha dele mais aconchegante. O problema é que… Read more »
Patricia
1 ano 4 meses atrás
Espero que tenha resolvido seu problema, as vezes um adestrador ou profissional em comportamento animal pode ajudar, realmente existem animais que são bem difíceis, temos que ter muita paciência, amor e sabedoria, nosso vira lata está com 17 anos, agora está perdendo a mobilidade na parte traseira devido problemas no fêmur, ele dorme na casinha, às vezes precisa de ajuda, e late para nos avisar, temos que sair no quintal de madrugada para ajudar, não tem como deixa_ lo dentro de casa por falta de espaço, além disso minha avó tem Alzheimer e as vezes surta durante a noite, ele… Read more »
Milla
1 ano 8 meses atrás
Os filhotinhos são assim mesmo. Umas pedrinhas curiosas e saem destruindo tudo, mas é só vc ter paciência, mto amor e dizer NÃO bem firme. Tudo q é novidade vc tem q apresentar pra eles, deixar eles se familiarizarem, brincar, mas vc tem q.ficar monitorando, se ele for destruir diga Não. Meu SRD desde pequeno entendeu q cobertozinho é dele, q o pano q cobre a casinha não deve.ser destruído, o colchonete q fica no quintal e agr a caminha q fica na sala. Sempre temos q desviar a atenção deles qdo estão exagerando. Enche-los de.brinquedos. O meu de 10… Read more »
Fatima amorim
3 anos 8 meses atrás

Olá povo do Bitcão, venho aqui parabenizar e agradeçer pelo trabalho feito por vcs!!! E qto ao site, adoro, pena que não vendem outros produtos como remédio e coleiras anti-pulga por exemplo. E minhas cadelas Preta e Lola mandam lambeijos a todo!

BitCão
3 anos 8 meses atrás

Oi Fátima! Que delícia saber que podemos ajudar de algum modo a tornar a vida das suas meninas um pouco mais feliz! Muito bom receber este retorno! 😀
Nós ainda não temos coleiras anti-carrapatos e pulgas, mas vendemos alguns remédios muito eficientes, como o Comfortis (para pulgas) e o Bravecto (para carrapatos e pulgas). Dê uma olhada nos links abaixo!
http://www.bitcao.com.br/comfortis-antipulgas.html
http://www.bitcao.com.br/bravecto-antipulgas-e-carrapatos.html

Amanda
4 anos 5 meses atrás

Adorei o post!
Estão de parabéns!

Silvana Sousa
4 anos 6 meses atrás

Ola boa noite
Meu nome e Silvana e eu to com uma certa dificuldade pra deixar o meu caozinho so, chora e fica latindo e como tipo um predinho. Acaba incomodando os vizinho queria saber se vcs tem a coleira anti latido, qual o valor e como faço pra adquiridos

BitCão
4 anos 6 meses atrás

Olá Silvana, temos sim a Coleira ANti Latido Smart II. Dá uma olhadinha no nosso site, neste endereço: http://www.bitcao.com.br/coleira-antilatido-smart-sem-choque.html Tem todas as informações sobre o produto e como adquirí-lo.

wpDiscuz