Voltar para os artigos

Raças > Chihuahua

bitcao02

História e Características Gerais da Raça

A menor raça do mundo chegou aos Estados Unidos em 1850. Viinda do México, ela conquistou os americanos rapidamente e logo depois se espalhou pelo mundo. Até hoje não se sabe muito bem sobre a origem dos Chihuahuas, mas sabemos que eles são bem antigos pois existem pinturas de cachorros semalhantes aos Chihuahuas em paredes do Monostério de Huejotzingo. Esse monostério foi construído em 1530 por monjes franciscanos que usaram pedras da época da civilização Toltec, do século IX ou X.

O povo Toltec, que habitava a parte do México conhecida hoje como Chihuahua (daí-se o nome deste cãozinho tão pequeno) tinha uma raça de cães chamada Techichi. Como arqueologistas mais tarde descobriram restos mortais de exemplares da raça em tumbas humanas no México da época da civilização Toltec, podemos dizer que os Techichis eram de importância religiosa e mitológica na vida dos Toltecs. Além disso, os Chis, como são carinhosamente chamados hoje, eram também os preferidos das princesas aztecas. O povo azteca que suscedeu os Toltecs nos séculos seguintes, continuaram sua adoração pela raça que deu origem aos Chihuahuas modernos.
De acordo com a FCI existem dois tipos de Chis, os de pêlo longo e os de pêlo curto. Os de pêlo curto são os originais e os de pêlo longo vieram com a cruza de pêlos curtos com outras raças como o Papillon e o Lulu da Pomerânia no início do século xx. Hoje em dia, ambos os tipos são considerados raças diferentes e não devem ser cruzados entre si. O padrão de cada raça é semelhante, apenas diferenciado na característica do pêlo. Os Chis são a única raça de cães originalmente miniatura, ou seja, os Chis originais já eram bem pequenos e o tamanho deles não foi produto de pré-seleção e cruzamento para diminuir o tamanho da raça.

Nota: De acordo com o padrão oficial da raça, não existe subdivisões de tamanho. Um Chihuahua é um Chihuahua, mesmo que ele seja menor que seus irmãos, ou seus pais. Não existe Chihuahua Toy, Chihuahua Pocket Size, Tea-Cup, Miniatura ou Standard. Essas subdivisões são usadas erradamente para se garantir um maior valor monetário.

 

Tamanho:
até 2,7 kgs, sendo que 1 – 1,8 kgs são os mais desejados.

Aparência:
pequena e compacta, em forma cilíndrica, ou seja, é mais largo que alto, porém eles não devem ter pernas disproporcionalmente curtas, que atrapalhem o equilíbrio do cão

Pelagem:
pelagem macia, podendo ser lisa ou ondulada. Abundância de pêlo no peito e envolta do pescoço é bem aceita. Existem pêlos nas orelhas e nas patas e uma `saia` nas patas trasseiras. A pelagem da cauda é longa e cheia como uma pluma.

Pêlo longo: pelagem macia, podendo ser lisa ou ondulada. Abundância de pêlo no peito e envolta do pescoço é bem aceita. Existem pêlos nas orelhas e nas patas e uma `saia` nas patas trasseiras. A pelagem da cauda é longa e cheia como uma pluma.

Pêlo curto: pelagem mais densa porém macia e brilhante . Geralmente o pêlo cai mais que o de pêlo longo. Subpêlos são permitidos.

Cor:
todas as cores são aceitas, como o preto, marrom, abricot, amarelo, creme, bicolor, tricolor, multicor. Os Mexicanos preferem o todo preto com marcações marrom ou o preto com manchas brancas, já os americanos favorecem os de cores sólidas, principalmente o abricot.

Cabeça:
bem aredondada, com formato de maçã A mandíbula é extraordinariamente pequena em comparação com o crânio e um pouco pontuda, mordedura em tesoura. Stop definido. Olhos: muito grandes, bem separados, geralmente escuros e com abundância de lágrimas para lubrificá-los. Os Chis de pêlo claros poderão ter olhos claros. Orelhas: grandes, bem expressivas, eretas, portadas num ângulo de 45 graus.

Cauda:
levemente curvada e carregada ereta sobre as costas.

Expectativa de vida:
Entre 11-17 anos. Apesar de viverem bastante tempo, os Chis geralmente apresentam problemas de coração em torno de 9 anos. Por isso é importante que não tenham excesso de peso para não sobrecarregar seu coraçãozinho. Muitos Chis que começam a tomar medicação em torno dos 8 anos de idade, conseguem viver até uns 15, 16 anos.

 

Perfil da Raça

Essa pequena criatura é uma figura e tanto. Sempre alerta, se movimenta rapidamente e é muito esperto e arisco. Possui expressões bastante interessantes de fazer qualquer um rir. Com certeza ele não se acha tão pequenininho. Pelo contrário, se acha um verdadeiro leão!! Bastante dinâmico, espirituoso e inteligente é preciso controlar a `fera` desde cedo. Como são observadores, destemidos e corajosos lembram muito os Terriers. Como os terriers também, são extremamente leais e afetuosos a um dono só, e reservados com estranhos.

Treinamento de obediência básica é fundamental desde filhote, principalmente por ser um latidor nato. Adoram latir, fazer barulhinhos e rosnar para pessoas e cães estranhos. Se você não gosta de latidos caninos, o Chihuahua definitivamente não é pra você! Quando bem treinados, são ótimas companhias. Adoram ficar no colo por várias horas, quer dizer, desde que esteja no silêncio. : Se ele ouvir barulho, com certeza vai querer ir até o local ver o que está acontecendo. Geralmente quando se trata de estranhos, os latidos aumentam. Devido à essa característica, ele é um excelente cão de alarme.

Expô-lo a locais diferentes e socializá-lo desde cedo (quando filhote) com pessoas e outros cães é importantíssimo pois desconfiam de tudo e de todos e enfrentam qualquer um, seja pessoa ou cão. Um cão socializado é menos estressado quando se depara com situações diferentes. Geralmente preferem a convivência de cães de sua mesma raça à de outros cães. A maioria dos Chis vivem em harmonia com gatos. É importante também ressaltar que os Chis, como os terriers, não gostam muito de crianças e devemos prestar bastante atenção quando estão perto de crianças pequenas. Por serem frágeis, nem sempre suportam bem as brincadeiras um pouco exageradas das crianças, ou até mesmo um inocente carinho. Um adulto deverá estar sempre por pert

Não se assuste se você perceber que o seu cãozinho treme sob qualquer circunstância. Esse é um hábito comum da raça principalmente quando eles estão em alerta ou ansiosos, e acaba sendo muitas vezes confundido com medo ou frio. Como são pequenos e curiosos, é importante que fiquem sempre em um local totalmente cercado para que não fujam.

Se você pensa em viajar com o seu cãozinho, é importante acostumá-lo desde cedo a usar uma caixa de transporte. Esse é o melhor e mais seguro método de se viajar com um Chihuahua. Por ser muito pequeno, solto pelo carro pode ser arriscado demais!

Se você está na dúvida entre um Chihuahua de pêlo longo ou um de pêlo longo, não se preocupe em comparar comportamento ou temperamento. Ambos possuem as mesmas características, e a escolha tem que ser feita puramente com uma visão estética. A única diferença é mesmo o tamanho do pêlo. O longo, precisa ser aparado de vez em quando e penteado mensalmente para não embaraçar e fazer bolos de nós. Geralmente eles precisam tomar mais banhos que os de pêlo curto pois a `saia` e o peito podem molhar com frequência e ficarem mais sujos ou embaraçados. Já os de pêlo curto, a tendência é que o pêlo caia com mais frequência, geralmente na primavera e no outono. Um banho ao mês é suficiente.

Como são cães pequenos, bem próximo do chão e de olhos grandes, os Chis facillmente têem irritação ocular e por isso acabam lacrimejando muito. Essa lágrimas podem provocar manchas na região dos olhos. Uma boa solução para esse problema é manter os olhos sempre bem limpos, lavando-os diariamente e se possível usar um creme oleoso para bloquear a poeira, como a Vaselina por exemplo.

Muito amáveis com seus donos, podem viver bem num apartamento pequeno e ficar horas sozinhos, desde que haja muitos brinquedos para ele se distrair e explorar. Brinquedos com barulhos são seus favoritos. Quando o dono chegar em casa, é importante dar bastante atenção ao pequeno. Uma voltinha no quarteirão por 10 minutinhos será suficiente para ele ficar feliz! Eles também amam dormir enrolados em panos, e até na sua cama, sob os lençois. Caso você tenha um filhotinho, lembre-se sempre de deixar uns paninhos para ele se enrolar quando quiser dormir. São mais sensíveis ao frio que as outras raças, por isso gostam muito de ficar horas expostos ao sol. É preciso ficar atento para tirá-los do sol antes de prejudicá-los.

Por serem tão pequenininhos, amarem ficar no colo o tempo todo e não precisarem de horas de caminhadas diárias, parece que o Chihuahua serve para qualquer família. Só parece. Os donos desse `leãozinho`, precisam ter muita dedicação, paciência, amor e persistência. Cheios de vida e alertas, o Chihuahua sem dúvida nenhuma não é um bichinho de pelúcia, ele é um cão e tanto!

Problemas físicos comuns nos Chihuahuas: » luxação de patela
» partos difíceis devido a cabeça grande; muitas vezes requer cesariana
» epilepsia
» ossos frágeis e fácies de quebrar
» podem ter molera (igual a de bebês humanos)

Deixe um comentário

Seja o Primeiro a Comentar!

Notify of

wpDiscuz