Voltar para os artigos

Raças > Dogue Alemão

 

História e Características Gerais da Raça 

Embora também seja conhecido como Dinamarquês (especialmente pelos países de língua inglesa),o Dogue Alemão não tem nada haver dom a Dinamarca e a raça, como é conhecida hoje, foi desenvolvida na Alemanha há cerca de 400 anos. Mas a estória do Dogue Alemão parece ser muito mais antiga do que isso. Desenhos de cães com as mesmas características do Dogue Alemão atual já foram encontrados em monumentos egípcios que datam de 3.000 anos antes da era cristã. Além da controvérsia no nome, a origem exata dos cruzamentos entre os cães que teriam gerado o Dogue Alemão também é incerta. Enquanto que muitos aceitam que o Dogue é produto do cruzamento entre o Wolfhound Irlandês com o Mastiff Inglês, alguns zoólogos acreditam que todos os cães que possuem as mesmas características do Dogue Alemão são originários do Tibete e que a raça seria originada do cruzamento entre o Mastiff Tibetano e o Mastiff Inglês. Outros acham, ainda, que a raça é fruto do cruzamento entre Greyhound e Mastiff Inglês. Seja como for, o Dogue Alemão é um cachorro grande e dócil. Elegante e poderoso, eles já tiveram várias utilidades ao longo dos tempos. Já foram usados para caçar javalis selvagens, como cães de guarda, cães de guerra e até para controlar gado. Hoje em dia, “O Apolo do Cães” tem uma vida mais fácil como excelente cão de companhia.

O dono de um Dogue Alemão deve estar atento a alguns cuidados especiais com esta raça:

Treinamento de obediência é fundamental já que um macho pode chegar facilmente a 90 quilos e quase 1 metro de altura nos ombros. Tanto tamanho, peso e força pode ser um verdadeiro problema quando o cão não tem modos e, sem controle, arrasta as pessoas quando estão na coleira, ou derrubam até adultos saudáveis quando resolvem pular nas pessoas para fazer “festinha”;

Piso firme e áspero é importante para que o cachorro não fique com as patas deformadas de tanto tentar se equilibrar num chão escorregadio. Por outro lado, é preciso que se forneça um forro nos locais em que o bichão gosta de descansar para que o atrito dos cotovelos e coxas no chão não criem calos;

Muito cuidado na hora de dar água e comida para que não haja torção gástrica. A torção do estômago acontece quando o cachorro come ou bebe em demasia e de forma muito rápida. Por ser um órgão sem sustentação, o estômago balança dentro do ventre do animal e pode torcer-se se houver um movimento brusco. Dividir a comida em pequenas porções, manter o cachorro calmo após as refeições e evitar que ele beba muita água de uma única vez podem ajudar a resolver este tipo de problema que, infelizmente, é bastante comum na raça.

Tamanho:
Machos: 80 cm ou mais;
Fêmeas: cm ou mais (na cernelha).

Peso:
em torno de 60 a 80 quilos.

Aparência:
Corpo robusto e musculoso; movimentos fortes e equilibrados.

Pelagem e Cor:
Pêlos muito curtos, densos e lustrosos. As cores são ricas e variadas. Tigrado; Amarelo-ouro com máscara, orelhas e ponta da cauda pretas; Azul-Aço; Preto Brilhante; Arlequim (branco com manchas pretas, de tamanho médio).

Cabeça:
Crânio achatado com focinho comprido e quadrado; olhos escuros, amendoados; orelhas de tamanho médio, altas, dobradas, pendendo para frente, podendo também ser cortada.
Nota: O padrão da raça no Brasil, é que ninhadas nascidas a partir de 01/01/94 não deverão ter suas orelhas cortadas.

Cauda:
Longa, afilada e reta.

Perfil da Raça

O Dogue Alemão cresce rápido mas amadurece lentamente. Enquanto eles atingem seu tamanho adulto por volta dos 8 meses de idade, não é raro que se portem como filhotes até os 3 anos. Quando filhotes ele adoram cavar e roer, mas ao se tornarem maduros estes cães gostam mesmo é de ficar deitado nos pés de seus donos. Precisam de exercícios regulares e de muito espaço, mas não espere que um Dogue adulto vá procurar o que fazer sozinho. Uma outra característica que engana muito as pessoas que não conhecem bem a raça é que, mesmo sendo um cachorro grande e forte, o Dogue Alemão prefere ficar perto das pessoas da família ao invés de ficar sozinho do lado de fora.

Apesar do tamanho avantajado são cachorros calmos e gentis. Mas não se engane: Extremamente meigo com as pessoas de casa, eles não hesitam em defender o território, a propriedade e o dono, sem ser super agressivo. Paciente e amoroso com as criança, o único “perigo” são as brincadeira que podem se tornar brutas quando o cachorro não tem consciência do seu próprio tamanho. Leais, corajosos, ciumentos, tranqüilos, razoavelmente obedientes, autoconfiantes, corajosos, estes cães são cães de guarda natos.

Gráfico Dogue Alemão

Obs.: O gráfico acima é o resultado de um estudo realizado por Benjamin L. Hart e Lynette A. Hart, veterinários e Phd’s em comportamento animal, que entrevistaram dezenas de veterinários, treinadores e juizes de competições de obediência nos EUA.

Deixe um comentário

Seja o Primeiro a Comentar!

Notify of

wpDiscuz