Olá, fareje nosso site :)

Minhas Compras
Carrinho Vazio

Drasil - Antiemético

O passeio de carro deveria ser um prazer para você e seu amigão. Mas tem cão e gato que fica nervoso de tanto que passa mal, e os humanos também ficam estressados ao ver seus bichos enjoados, e com a possibilidade de ter que limpar o carro todo. Drasil deixa seu bicho novinho em folha em minutos.

Dê Sua Opinião Sobre o Produto

Disponibilidade: Esgotado

R$ 13,90
Descrição

Detalhes

O Drasil é uma medicação que pode ajudar muito a evitar todo o aborrecimento que é ter um cachorro ou gato passando mal quando precisa ser transportado. Com gostinho de morango, Drasil é recomendado para controlar os enjoos e vômitos causados por movimentos, labirintite, gastrites, viroses, estresse, gostos desagradáveis, entre outros. Bastam algumas gotinhas e seu amigão vai sentir menos náuseas e uma leve sonolência que ajuda a relaxar e ficar mais confortável.

Sua fórmula age muito rápido, a partir de quatro minutos, pois sua absorção se dá pela mucosa da boca e atinge diretamente a zona específica do sistema nervoso que controla a sensação de enjoo e a vontade de vomitar, além de facilitar a passagem dos alimentos, aliviando o estômago.

A verdade é que cachorros e os gatos podem ficar enjoados, ou vomitar, porque estão doentes ou porque comeram alguma porcaria, mas a maioria costuma ter enjoo e desconforto ao andar de carro, principalmente quando ainda são filhotes. Isso acontece porque os movimentos de aceleração, frenagem, curvas e mudanças de faixa impactam os sistemas que são responsáveis pelo equilíbrio e que ficam nos canais semicirculares do ouvido. Nos filhotes, o ouvido interno ainda não está completamente desenvolvido, e a falta de experiência com o movimento e a novidade dos passeios também agrava o problema.

Já os gatinhos costumam vomitar pelos que são engolidos quando se lambem, e acabam ficando acumulados no estômago. Neste caso eles expelem a famosa Bola de Pelos, que não é propriamente uma bola, mas uma espécie de linguicinha, ou charutinho.

Sintomas de que seu bichinho não está se sentindo muito bem e está enjoado:
- movimentos repetitivos de lamber os lábios;
- ficar deitado e prostrado;
- salivar (babar);
- tremedeiras;
- respiração ofegante e acelerada;
- pupilas dilatadas;
- movimentos de contração do abdome;
- barulhos incomuns que parecem vir do estômago.

Dicas para fazer a viagem do seu amigão mais tranquila:
- Procure evitar excesso de água e comida, pelo menos duas horas antes de vocês viajarem. Essa precaução não vai evitar que seu peludo fique enjoado, mas vai diminuir a quantidade de alimento e líquido no estômago, reduzindo o volume do vômito;
- Procure dirigir de forma suave, evitando arrancadas e freadas bruscas e não acelere muito nas curvas;
- Deixe seu bichão dentro de uma caixa de transporte, ou preso a um cinto de segurança, reduzindo as sacudidas para lá e para cá durante o trajeto;
- Janela aberta e ar-condicionado ajudam, de fato, a diminuir o enjoo;
- Experimente forrar o lugar onde seu bichão vai ficar com um paninho de casa, ou trazer o brinquedo predileto dele. Cheiros conhecidos reduzem a ansiedade e o nervosismo;
- Pare de duas em duas horas para deixar o peludo dar uma respirada e dar uma caminhada ao ar livre (sempre com coleira, guia e medalha de identificação);
- Caso ele vomite, nunca brigue ou se aborreça. Não é por mal e o coitado já está se sentindo indisposto o suficiente.

Um peludo saudável (seja ele cachorro ou gato) pode vomitar de vez em quando e isso não quer dizer que ele esteja doente. No entanto, fique atento ao número de vezes e com que frequência seu amigão vomita. Não é normal vomitar várias vezes por dia, nem por vários dias, ou todas as semanas.

Ao mesmo tempo que é importante conter o vômito para que o animalzinho não fique se sentindo mal, ou que desidrate, NUNCA ofereça um medicamento sem falar com o seu veterinário antes.

Situações de risco que não se deve evitar o vômito sem falar com seu veterinário:
- suspeita de envenenamento ou ingestão de plantas;
- vômitos com sangue (seja vermelho vivo, ou amarronzado);
- vômitos com fezes.

Detalhes

Indicações:
Antiemético sabor morango, para cães e gatos, recomendado para controle de náuseas, vômitos de origem central e periférica e distúrbios de motilidade gastrointestinal.

Composição:
Cada 100 mL contém:
Metoclopramida (cloridrato)...................400,00 mg
Veículo q.s.p. ......................................100,00 ml

Tamanho:
Frasco de 20 ml.

Modo de usar e dicas:
Administrar por via oral 1 a 2 gotas de Drasil para cada 1 kg de peso corporal a cada 8 horas (0,2 a 0,4 mg/kg/dia). Por exemplo, um gatinho de 3 quilos deve tomar de 3 a 6 gotas; um cachorro de 10 quilos de 10 a 20 gotas e assim por diante.

Estas doses poderão ser ajustadas de acordo com a resposta clínica obtida e com as condições do paciente, a critério do Médico Veterinário.

Contra-indicações e limitações de uso:
- Nos distúrbios extrapiramidais tais como epilepsia ou em tratamentos com drogas que possam causar reações desse tipo;
- Em pacientes nos quais a estimulação da motilidade gastrintestinal possa ser contraindicada, como por exemplo na presença de hemorragias, obstrução mecânica ou perfuração gastrintestinal;
- Não administrar em animais tratados com drogas neurolépticas, fenotiazinas ou corticoides;
- Não utilizar o produto em pacientes com histórico de hipersensibilidade aos agentes da fórmula;
- Não utilizar o produto em fêmeas durante a gestação ou lactação.

Efeitos colaterais:
Poderão advir sonolência e inquietação em animais tratados com o produto, bem como distúrbios extrapiramidais, erupções cutâneas inclusive urticárias, distúrbios gastrointestinais, nervosismo e depressão. Em caso de uso prolongado, pode ocorrer constipação.

Precauções:
Utilizar o produto com cuidado em pacientes com insuficiência renal. Superdosagens poderão causar sonolência, falta de coordenação e reações extrapiramidais. Nesses casos, usar terapia sintomática, terapia de suporte com drogas anticolinérgicas, anti-parkinsonianas e anti-histamínicos com propriedades anticolinérgicas.

DICAS IMPORTANTES:

Conheça o CAPTOR, e tenha sempre em casa como precaução. O CAPTOR pode salvar a vida do seu animalzinho, até você chegar no veterinário e ele receber tratamento.

Está precisando ensinar seu peludo a passear de carro sem medo? Confira no nosso blog: Como ensinar seu cachorro a andar de carro.

Fique sempre atualizado às exigências para transportar seus bichos de um estado para outro: http://www.agricultura.gov.br/animal/animais-de-companhia

Para o transporte de animais entre países é preciso obter o Certificado Zoossanitário Internacional (CZI), emitido pela autoridade do país de origem ou de procedência do animal. O CZI deve estar em conformidade com as exigências sanitárias do país de destino. Entre em contato com o Consulado ou Embaixada do país para onde você pretende viajar para saber detalhes e também com a companhia aérea.

Artigos relacionados

Você pode estar interessado no(s) seguinte(s) produto(s) :

Depoimentos

22/09/2016

Loja excelente! Boa variedade, facilidade na compra e ótimas condições de entrega!

Roberta F.

22/09/2016

Já compro nessa loja faz anos. Super recoomendo. Ótimos produtos, bons preços e entrega rápida.

Carmem H.

09/09/2016

Loja confiável, prazo de entrega ótimo, frete grátis (melhor ainda) e produto com excelente custo benefício. Gostei tanto que recomendei para amigos.

Ceniara Araújo

03/09/2016

A BitCão tem produtos exclusivos e tem um ótimo atendimento.

Thiago S.

Por favor aguarde...